sexta-feira, 6 de julho de 2007

F 1 GP da Inglaterra

Show de Massa
E o GP da Inglaterra foi, até aqui, a melhor corrida da temporada!
Não tivemos a vitória de Felipe Massa, mas o brasileiro deu show de pilotagem, ao largar do box e terminar na quinta colocação.
A Ferrari de Kimi Raikkonen, foi superada nos treinos classificatórios pela McLaren de Hamilton, e Alonso colocou-se a frente de Massa. Mas logo após a volta de apresentação e aquecimento dos pneus, o motor do carro do brasileiro apagou.

Massa sabia que precisava marcar pontos, e pilotou no limite, ultrapassou nada mais nada menos que 11 adversários na pista e 4 nas paradas de box.
Na melhor das disputas, bateu rodas com o experiente David Coulthard (Red Bull), onde andaram lado-a-lado, até que Massa levou a melhor.
Infelizmente, todo este show, não foi o suficiente para que o brasileiro terminasse pelo menos empatado em número de pontos com o companheiro Kimi Raikkonen, que está com 1 ponto à frente na tabela de classificação (52 a 51).

A Ferrari continua a apoiar o brasileiro, tanto que logo depois da largada, apressou-se em declarar que o fato do motor apagar, não foi culpa do piloto.
O problema é que os dirigentes terão que optar entre um e outro, pois já é histórico, desde os primórdios da Fórmula 1, o time de Maranello não sabe manter dois pilotos brigando pelo titulo. Na atual situação, Kimi leva a melhor, e já tem três vitórias, contra duas de Felipe.

Massa permanece confiante, Alonso por sua vez tenta pressionar, ao declarar que é nítida a preferência pelo finlandês. O brasileiro rebate, dizendo que não, já que o carro andou bem. Se olharmos para o passado, a declaração tem sentido. Lembra que Schumacher ganhava tudo, e quando acontecia uma quebra era no carro do Rubinho?
Dia 22 será o GP da Alemanha, e Massa precisa vencer, terá que superar todos os seus limites, e andar ainda mais forte do que fez na Inglaterra, mesmo que largue na pole, ele não pode deixar Kimi abrir mais vantagem, para não comprometer a disputa pelo campeonato.

Bom, agora você deve perguntar, o quê aconteceu com Hamilton, ele amarelou?
Não! O inglês foi muito esperto. Largou na pole, mas sabia que o resultado foi possível só porque tinha o carro mais leve, ele fez o certo, não comprometeu o equipamento chegou na terceira posição e manteve a liderança no campeonato. Errou no pitstop, mas nada que comprometesse o conjunto da obra.
Olho nele, esperto desse jeito, o menino prodígio vai acabar deixando todo mundo pra trás e será campeão nesta temporada.

Rapidinhas
Falta confiabilidade
“O problema de hoje, ou outros que apareceram comigo e com Kimi durante a temporada é que nos deixam fora da briga pelo campeonato”, declaração de Felipe Massa, logo após o GP da Inglaterra. O piloto cobra mais resistência dos carros vermelhos. Seria este um dos efeitos colaterais provocados pela saída de Ross Brown?
“Eu quero ganhar o Mundial”
Alonso tenta de todas as maneiras minimizar a desvantagem para o companheiro e estreante Lewis Hamilton. Na Inglaterra comemorou porque, “reduzi dois pontos em relação a meu companheiro de equipe, e isso é o que me importa, eu quero é ganhar o Mundial”.
Morreu na praia
Carro ruim, mas mesmo assim, Rubens Barrichello faz o Honda andar. Largou na 14ª posição e terminou em 9º, à frente de Jenson Button o 10°. Mais uma vez Rubinho esteve a poucos metros de marcar seu primeiro ponto na temporada. Será que ele vem, ainda este ano?
Desiludido, mas ainda líder
Lewis Hamilton carregou uma multidão para Silverstone. Fez a pole, deixou o torcedor com água na boca, e só terminou em terceiro. “Obviamente não é o melhor resultado, largando em primeiro, eu estava confiante em um resultado melhor. Todavia, cheguei ao primeiro GP de casa e ainda consegui um pódio apesar das dificuldades sentidas no segundo e terceiro trecho da prova. Tenho que olhar para o lado positivo, mesmo assim tenho nove pódios consecutivos, e não sei se alguma vez isso foi feito, e estou muito satisfeito”. É bom lembrar que Ayrton Senna estreou na F 1 em 1984 e só venceu o primeiro GP do Brasil em 1991. Lewis permanece líder com 70, contra 58 de Alonso.
Postar um comentário