segunda-feira, 17 de setembro de 2007

F 1: Ferrari é campeã, mas não merecia

Com cheiro de pizza no ar, os carros da McLaren começaram andando forte no circuito de SPA-Francorchamps. O odor estranho foi lançado pela FIA, isso porque, depois de uma longa reunião, que aconteceu na quinta-feira da semana passada, decidiu tirar todos os pontos do time inglês, por conta do caso de espionagem que envolveu as duas equipes, mas não mexeu com a classificação dos pilotos Hamilton e Alonso, respectivamente líder e vice do mundial.

Na coluna passada, manifestei opinião favorável a punição, por mais injusta que pudesse parecer com Hamilton, para os pilotos também. Não porque beneficiaria Massa, mas porque a lógica é uma só. Se a McLaren foi beneficiada com as informações roubadas da Ferrari, os pilotos também foram, ou eles não integram o time?

Bem, mas estranhamente, a própria Ferrari aprovou a punição e emitiu comunicado onde dizia estar satisfeita! E assim a equipe de Maranello já é a campeã do Mundial de Construtores, na temporada que quebrou em demasia e cometeu erros primários, os quais praticamente tiraram Massa e Raikkonen da briga pelo título de pilotos. Vai entender!

Agora falando da corrida.... Se não fosse o Robert Kubica da BMW/Sauber...
O polonês largou na 15ª posição e andou até um pouco mais do que o carro permitia, para chegar na nona colocação.
No restante, Raikkonen conseguiu manter a ponta na largada, e assim se manteve até o final. Como Massa largou em segundo, dava para prever que ele não tentaria ataque ao companheiro de equipe, a chance de ganhar a corrida seria no abastecimento e troca de pneus. Como não deu, o brasileiro praticamente deu adeus à disputa pelo titulo, ele está com 77 pontos, contra 97 de Hamilton, ou seja, 20 pontos para serem tirados em 3 corridas!!!
Só um milagre para reverter esta situação.

E, apesar da vitória, ficou difícil também para Raikkonen que soma 84 pontos. O finlandês precisa vencer, contar com dobradinha e torcer para que Hamilton, ou Alonso (95) ou os dois, fiquem pelo caminho, o que convenhamos, o retrospecto é desfavorável a esta possibilidade.

Então agora para nos brasileiros resta torcer, para que Massa consiga chegar a frente do finlandês, e assim sobressair-se no time pensando na próxima temporada. Desejar que Rubens Barrichello marque seu 1° ponto e escolher entre Hamilton ou Alonso.
Minha escolha já foi feita, estou com o inglesinho e não abro.

Rapidinhas
Quebra de protocolo
Conhecido como o ‘Ice man- homem de gelo’, o finlandês Kimi Raikkonen dificilmente demonstra emoção, seja na vitória ou na derrota. Domingo na Bélgica, deixou de lado seu estilo, e até zerinho fez com a Ferrari, após vencer o GP. Também bebeu a champanhe antes de jogar nos presentes, e foram vários goles!
Entrada dura
Logo na largada Hamilton foi surpreendido por Alonso, que quase tirou o inglês da corrida. “Para alguém que sempre está reclamando sobre pessoas que fazem manobras desonestas, e querendo ser honesto, e alguém que eu admiro... ele veio e me tirou da pista o máximo que pôde”, falou Hamilton na coletiva.
Futuro a ser definido
Alonso está com as relações desgastadas com todo o time. Foi ele que entregou à FIA os e-mails que trocou com Pedro de la Rosa, os quais falavam sobre os acertos da Ferrari que poderiam ser usados na McLaren. O resultado você já sabe: multa de US$ 100 milhões e os pontos do campeonato de construtores retirados. Dizem que no ano que vem, o espanhol volta para a Renault.
Postar um comentário