quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Mostra internacional

Carros conceitos, lançamentos e discursos otimistas marcaram a 25ª edição do Salão Internacional do Automóvel de São Paulo
Este ano o Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, o maior da America Latina, passou a figurar no calendário oficial Motorshows da OICA (Organização Internacional de Fabricantes de Veículos Automotores).
Isso deu ao evento brasileiro destaque igual ao de outras mostras mundiais, como as que acontecem na Alemanha, França, Estados Unidos, Japão, Itália, Suíça e Inglaterra.
Sendo assim, os executivos aproveitaram a presença da imprensa internacional para difundir otimismo. Eles confirmaram que os investimentos programados não sofreram retração por causa da crise econômica.
No Salão foi lançado, em solenidade que contou com a presença do Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Miguel Jorge, o presidente do Instituto Nacional de Metrologia, Normatização e Qualidade Industrial (Inmetro), João Jornada, o presidente da ANFAVEA, Jackson Schneider, Mozart Schimidt de Queiroz, representante da Petrobras e Sandra Regina, do Ibama, foi lançado o Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular.
Este programa apresenta a Etiqueta Nacional de Conservação de Energia para Veículos, ela indica o consumo de combustível dos carros. A adesão ao programa é voluntária e abrangerá inicialmente os veículos leves, de passeio. A partir de 2009, o consumidor poderá escolher, entre os carros incluídos no Programa, aqueles que melhor atendem sua necessidade, comparando-os quanto à economia de combustível.
E para o público as montadoras levaram o que há de mais moderno em veículos de linha, e os chamados ‘carros conceitos’. Estes modelos, geralmente são feitos para estudos e desenvolvimentos de soluções tecnológicas. Confira no Auto Agora, as principais novidades do Salão do Automóvel de São Paulo.
Postar um comentário