terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Mercado: Recordes quebrados!

Em 2008, a indústria nacional de veículos, produziu um total de 3,21 milhões de unidades. Este resultado representa 8,0% de crescimento em relação ao obtido em 2007, quando a produção nacional de autoveículos somou 2,98 milhões de unidades.
Estes dados foram revelados dia 07/01 pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores). O presidente da entidade, Jackson Schneider, fez discurso moderado sobre as perspectivas para este ano, e comentou que os carros usados e seminovos, importante moeda de troca para o negócio de veículos novos, merece uma atenção especial. A Anfavea junto com seus associados, já trabalha para resolver este problema.
Não foi só a indústria que cresceu. O varejo de veículos novos também apresentou resultados positivos em 2008. As vendas de automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas e implementos rodoviários cresceram 14,15%, se comparado o acumulado de 2008 com o mesmo período de 2007, o que representa um total de 4.849.497 unidades, contra 4.248.275 em 2007.
Os dados divulgados pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) são baseados em levantamento feito junto ao RENAVAM (Registro Nacional de Veículos Automotores).
O presidente Sergio Reze, divulgou na última terça-feira (06/01), que as projeções feitas pela entidade apontam um crescimento em torno de 3% em 2009.Tanto em produção como vendas, os resultados obtidos em 2008 foram recordes na história de nossa indústria.
Postar um comentário