segunda-feira, 2 de novembro de 2009

GP Abu Dabi: Fim de um ciclo

Bandeirada_142336Acabou a temporada do inusitado, na qual uma equipe pequena e sem patrocínio conquistou os títulos de pilotos e construtores
Com o tremular da bandeira quadriculada preta e branca, no deserto de Abu Dabi, acabou uma das mais estranhas temporadas da Fórmula 1 dos últimos tempos.
Estranha porque equipes grandes como Ferrari e McLaren, ou médias, igual a Renault e BMW-Sauber tiveram desempenho abaixo do esperado.
Em compensação, surgiu das cinzas uma Brown GP montada a partir do espólio da Honda e se firmou a Red Bull que tem nas pranchetas um certo Adrian Newey.Largada_142318
Mas a disputa não aconteceu só nas pistas. Os dirigentes das principais equipes revoltaram-se com o presidente da FIA Max Mosley, por impor para a próxima temporada um limite de gastos. E aí não teve jeito, o inglês teve que se retirar, prometeu Formula One World Championshipnão mais disputar as eleições para o cargo e quem foi eleito para seu lugar foi o ex-ferrarista Jean Todt.
E Mosley antes de ir embora, ainda tirou da maior categoria do automobilismo mundial um desafeto. O italiano Flavio Briatore foi banido das competições por arquitetar um acidente provocado por Nelsinho Piquet no GP de Cingapura disputado o ano passado, o qual deu a vitória a Fernando Alonso.
O comando da F-1 está nas mãos de Bernie Eclestone, e parece que não foi bom para os negócios o fato de equipes novas despontarem o titulo com velhos pilotos (Button, Barrichello, Weber). Tanto que, para a próxima temporada teremos, de novo, um novo regulamento.
Carros_Parados142371 Não será permitido abastecimento, só troca de pneus, os treinos de desenvolvimento acontecerão durante os testes de inverno com os dois pilotos do time andando em condições de igualdade. Aquela história de fixar um limite de gastos, não vingou e cada um desembolsa o quanto puder. Então, os privilegiados são Ferrari e McLaren, por terem melhores condições técnicas e muito dinheiro. Se, ocorrerá outro caso como o da Brown este ano? Muito difícil, pois os comandantes já se precaveram para que isto não aconteça.
Agora você quer saber da corrida? Foi muito chata. O vultuoso circuito de Abu Dabi ficou muito bonito, imponente, mas em nenhum ponto Formula One World Championshipprivilegia a disputa.
Sendo assim, Lewis Hamilton (McLaren), que fez a pole, só não venceu porque foi obrigado a abandonar com problemas nos freios. Ai ficou fácil para Sebastian Vettel (Red Bull), que largou em segundo, terminar como vencedor e garantir o vice-campeonato. O segundo na prova foi Mark Webber (Red Bull), com o já campeão Jenson Button (Brawn GP) em terceiro e Rubens Barrichello (Brawn GP) em quarto. Na despedida da BMW, Nick Heidfeld foi quinto, Kamui Kobayashi (Toyota), fez mais uma boa corrida chegando em sexto, na frente do companheiro Jarno Trulli (Toyota), que terminou em sétimo, para completar a zona de pontuação chegou em oitavo Sébastien Buemi (Toro Rosso).
Rubinho não mostrou disposição para brigar pelo vice-campeonato, na largada ao tentar umaCorrida_142329 ultrapassagem, perdeu um pequeno pedaço da asa dianteira, e foi ultrapassado por Button. O inglês por sua vez, brincou na última volta quando aproximou-se de Webber, mas ficou só nisso. No mais, o mico do dia foi a entrada por engano de Jaime Alguersuari (Toro Rosso) no box da Red Bull. Saiu voltou à pista e parou sem gasolina.
Pódio_142369 A temporada 2010 começa dia 14 de março no Bahrein. Confirmados teremos, Barrichello na Williams, Felipe Massa na Ferrari e Bruno Senna na Campos Meta. Lucas Di Grassi está em negociações. A esperança é de que Rubinho, a exemplo do que aconteceu na Brown, faça a Williams ressurgir. Massa terá que enfrentar Alonso e Senna ainda é uma incógnita. Contamos os dias, até março de 2010?
Rapidinhas
Efeito Todt
A sexta etapa da temporada 2010, o GP de Mônaco, teve sua data alterada de 16 para 23 de maio. Isso porque as equipes temiam ter problemas para transportar seus equipamentos de Mônaco para a Turquia, que receberá o Mundial no dia 30 do mesmo mês. Agora com a presidência da FIA na mão de Jean Todt, um ex-dirigente de equipe, os times receberão muitas regalias.
Tudo igual
Interessante, em um determinado momento a imagem da TV mostrou uma conversa entre oRon_Dennis_142344 ‘ex-dirigente’ da McLaren Ron Dennis, Norbert Haug da Mercedes e Jean Todt, o atual presidente da FIA. Dennis está afastado por causa de Max  Mosley, mas já começa a dar as caras. Só falta a volta de Flavio Briatore, o italiano entrou com recurso e quer que sua punição tenha um prazo, e não banido para sempre.
Rubinho e Cosworth na Williams
Na manhã desta segunda-feira, Frank Williams confirmou sua dupla de pilotos para a temporada 2010. "Rubens não precisa de apresentação.Rubens_142383 Ele não é apenas o piloto mais experiente da F-1, mas um piloto talentoso e apaixonado que lutou muito pelo título deste ano e Nico Hülkenberg venceu a temporada deste ano da GP2 como estreante e já tem os títulos na F-3 Europeia, F-Masters, A1 GP e F-BMW alemã", falou o dirigente. Ontem, antes do inicio do GP de Abu Dabi, ele já havia confirmado que em 2010 utilizará motores da fabricante inglesa Cosworth. Assim a Williams permanece como equipe independente, sem nenhuma fabricante de veículos dando suporte. O velho Frank aposta na experiência de Barrichello para acertar carros e voltar a um lugar de destaque no circo.

Postar um comentário