segunda-feira, 19 de abril de 2010

2ª Etapa da Flexpedition 2010

Produção consciente091General Motors promove expedição por suas unidades produtivas e mostra as ações planejadas para produzir com eficiência e preservar o meio ambiente.
Texto: Edison Ragassi
Fotos: Pedro Dantas-GM
No ano que comemora 85 anos de atividades no Brasil, a General Motors, abriu as portas para mostrar suas fábricas e as atividades que promove para preservar o meio ambiente e auxiliar a comunidade.
Denominada, "Chevrolet Flexpedition 2010: um passeio pela GM do Futuro", teve a  primeira etapa iniciada em 26 de janeiro, dia do aniversário da empresa, no Complexo Industrial de São Caetano do Sul. A expedição passou pelo novo Centro Tecnológico e terminou com a visita ao Campo de Provas da Cruz Alta, em Indaiatuba, interior de São FLEX_0860Paulo.
A segunda etapa foi realizada entre os dias 09 e 11 de março, foram convidados jornalistas de várias editorias e regiões do País para serem expedicionários. E nessa etapa  eu participei. Aliás, esta é a segunda vez que vou a uma Flexpedition (recebi convites para outras, mas infelizmente por falta de tempo, não tive condições de aceitar).
Nós conduzimos o Chevrolet Agile e visitamos as unidades de São José dos Campos (Região do Vale do Paraíba, em São Paulo), Mogi das Cruzes e Sorocaba, todas no interior de São Paulo.  IMG_6473
A fábrica de São José dos Campos completou 51 anos de atividades no dia 10 de março, lá a companhia mantém o projeto social ‘Fábrica de Cabides’, o qual é destinado a estudantes com idades entre 14 e 17 anos, e incentiva o empreendedorismo destes jovens.
Neste complexo, assim como em todos os outros da companhia, há uma estação de tratamento de efluentes. Ela foi inaugurada em 1.978, dois anos após a criação do 156departamento de gerencia ambiental da empresa, quando não se falava em preservação, mas só em produção a qualquer custo. Segundo divulgado pelos engenheiros responsáveis pela área, a água devolvida ao Rio Paraíba tem mais de 96% de pureza e está livre dos resíduos industriais, ou seja, é melhor que a captada nos poços artesianos.
Impressionante é ver como os funcionários participam do processo. Eles atuam na compostagem de resíduos 062orgânicos e criaram um pomar, onde os expedicionários plantaram árvores durante a visita, e eu não fiquei de fora, como registrado na foto ao lado. No local, há ainda um lago e uma reserva ecológica, a qual foi chamada de André Beer (foto de abertura), em homenagem ao vice-presidente, que marcou época na companhia.
Outro trabalho muito interessante desenvolvido na unidade de São José dos Campos, é a reciclagem do óleo lubrificante usado nas máquinas. Eles conseguem reaproveitar 95% do lubrificante, ou seja, para cada litro de óleo descartado, 950ml voltam ao processo produtivo, sem deixar nem um resíduo, assim, mais de 116.000 litros de óleo deixaram de ser descartados.
Em Mogi das Cruzes, a empresa mantém uma fábrica de componentes estampados, também com uma estação de tratamentos de efluentes. As medidas de economia de FLEX_0796consumo de água, que é comprada da Sabesp, permitiram uma redução média de 2,1 milhões de litros por ano, isso equivale ao consumo diário de aproximadamente 29 mil habitantes. 
E em Sorocaba, onde está o Centro de Distribuição de Peças para o Brasil e exterior, a tecnologia logística de gerenciamento de armazenagem e distribuição é desenvolvida dentro de princípios sustentáveis. São várias as ações tomadas para a preservação, entre elas, as caixas e embalagens de fornecedores são reaproveitadas. No estoque as peças e componentes de maior giro estão armazenados nas primeiras prateleiras, enquanto que os itens de menor giro estão ao fundo. Assim o galpão não fica com todas as luzes acesas durante o período de trabalho, a parte iluminada é só aquela onde efetivamente os operários estão trabalhando, e isso implica em economia de energia elétrica.  FLEX_0833
No depósito, assim como em todas as unidades da GM brasileira, só circulam veículos de cargas em conformidade com as normas de emissões de poluentes. Antes da entrada do veículo é verificada a documentação do motorista, respectivas notas fiscais e também é checada a cor da fumaça emitida. No caso do veículo, ou o motorista ser reprovado, a carga é devolvida e a transportadora responsável é multada.
Durante o período da Expedição, foram várias as atividades, mas também sobrou um tempinho para um pouco de diversão.
Os expedicionários participaram de um animado torneio de pesca, no lago do Clube de Campo da empresa, localizado em Jambeiro. Esta instalação é muita bem cuidada e preservada, ela foi inaugurada um ano depois da fábrica de São José e completou 50 anos durante nossa estada.
Confesso que pescar nunca foi uma das minhas atividades prediletas, mas como estava por lá, o negócio foi participar. Sem grandes preensões, e não é que perdi o segundo lugar por apenas 5 gramas! Mas como diria meu pai, o seu203 Wilson Ragassi, este sim, adorava pescar, não voltei pra casa “sapateiro”. O peixe foi devidamente devolvido ao lago.   
No total são cinco as expedições promovidas pela GM nesta comemoração, a próxima etapa partirá da cidade de Curitiba, passando por Guaraqueçaba (PR), onde a empresa participa desde 2001 de um projeto de recuperação e conservação da Mata Atlântica, depois passará por Joinville (SC), onde será construída uma nova fábrica de motores e transmissões e o Complexo Industrial de Gravataí, no Rio Grande do Sul. A quarta etapa incluirá uma viagem de Gravataí a Rosario, na Argentina, e no roteiro as ações sustentáveis desenvolvidas nas duas unidades. A quinta etapa seguirá de Rosario a Gravataí. 
O projeto "Chevrolet Flexpedition 2010: um passeio pela GM do Futuro", foi o vencedor do Prêmio Top Ambiental ADVB (Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil), destinado às empresas que mais se destacam com o compromisso permanente de preservação do meio ambiente.
Parabéns aos organizadores da Expedição, e aos gestores da General Motors do Brasil, pois, eles têm plena consciência de que sem um planeta habitável, não há como fazer e comercializar veículos.

Postar um comentário