segunda-feira, 31 de maio de 2010

GP da Turquia: Problemas internos

155210 Briga caseira joga vitória no colo de Lewis Hamilton, Jenson Button é o segundo o que garante a dobradinha da McLaren no GP da Turquia
Na coluna sobre o GP da Espanha, falei que a Red Bull ainda não era o Bicho Papão.
Esta afirmação gerou alguma polêmica, pois recebi e-mails e alguns telefonemas discordando, o que considerei natural.
Depois de assistir o GP da Turquia, disputado em Istambul, continuo com a mesma opinião, a RBR ainda não é o Bicho Papão!
Só que agora isso não ocorre mais pela falta de confiabilidade do equipamento, mas pela falta de experiência de seu mais veloz piloto, o alemão Sebastian Vettel.
Isso ficou muito claro na Turquia, depois de largar na terceira posição, Vettel fez o certo, manteve pequena distancia para Hamilton e na parada para troca de pneus, deu o bote no adversário da McLaren e assumiu a segunda colocação. 155217
Na volta de número 41, o alemão andava mais rápido que o até então líder da prova e companheiro de time Mark Webber, aí ele apostou alto e perdeu tudo!
Na manobra de ultrapassagem, Vettel tocou no carro de Webber e foi pra fora. O australiano também rodou, mas as consequências foram menores, pois ele conseguiu ir ao box, trocar pneus e bico e retornar na terceira posição.
O interessante deste acidente foi que durante a manobra, Webber não movimentou o carro, permaneceu na mesma linha, foi Vettel que perdeu a concentração e atrapalhou-se. Agora o que acontecerá? A Red Bull vai alçar o australiano a estrela do time e fazer do alemão escudeiro, para ganhar o titulo? Duvido!155285
A disputa interna deve continuar e para alegria dos adversários, a equipe da bebida energética perderá valiosos pontos, o que dará margem para outros pilotos beliscarem o titulo.
Entre estes postulantes, vou destacar o atual campeão e experiente Jenson Button, ele leva vantagem, também porque seu companheiro Lewis Hamilton é arrojado demais e perde pontos com erros bobos. Nesta corrida ele quase fez o mesmo que os adversários, dpois de ser ultrapassado por Button, deu o troco, mas com muito risco. Eles não bateram porque o atual campeão do mundo sabia que não podia perder pontos preciosos. 155219
Espero que a Ferrari e Felipe Massa reajam, e entrem nesta disputa, pois se continuar como está, nem pela vice-liderança brigará. Nesta prova cheia de pompa, graças as comemorações pelos 800 GPs da equipe vermelha, o máximo foi um sétimo lugar de Massa seguido por Alonso em oitavo, mas nenhum dos dois demonstrou que tinha condições de brigar por mais, o que é realmente preocupante. 
Os outros brasileiros na prova tiveram atuação apagada. Rubens Barrichello (Williams), não conseguiu chegar na zona de pontuação com seu 14º lugar, Bruno Senna (Hispania) não terminou e Lucas di Grassi (Virgin) foi o 19º.   155180
Ainda marcaram pontos no GP da Turquia: 4º-Michael Schumacher (Mercedes), 5º - Nico Rosberg (Mercedes), 6º - Robert Kubica (Renault), 9º - Adrian Sutil (Force India) e 10º-Kamui Kobayashi (Sauber).
No campeonato Webber é lider com 96 pontos, Button em segundo soma 88 pontos. Hamilton aparece em terceiro com 84 pontos e Fernando Alonso é o quarto com 79 pontos, Vettel é o quinto com 78 pontos e Massa aparece na sétima posição com 67 pontos.
A próxima disputa será no Canadá, dia 13 de junho, e a Ferrari promete reação. Vamos ver se ela acontece.
Rapidinhas
Estranha vitória
Hamilton comemorou o triunfo, mas segundo sua opinião foi no mínimo diferente. "A vitória de hoje não me deu a mesma sensação de outras vitórias, porque foi muito diferente das anteriores. Eu quero chegar na frente após ultrapassar os adversários, e não vê-los bater na minha frente", afirmou na coletiva de imprensa.
Muito chato
Massa largou em oitavo e terminou na mesma posição. "Foi uma corrida muito chata para mim, do começo ao fim. Eu sabia disso, começando em oitavo, seria difícil”, lamentou o brasileiro da Ferrari.
Só problemas
Frank Williams, o patrão de Rubens Barrichello negocia com a Renault e Mercedes, pois os propulsores da Cosworth não trouxeram os resultados esperados, mas não é só isso. Na Turquia deu tudo errado. "Tive um problema com a embreagem na largada, é uma pena, porque isso prejudicou a minha corrida. Ela estava bem em todo o final de semana, precisaremos investigar para saber o que ocorreu. Nossa parada foi muito lenta, pois tivemos um problema com a roda dianteira. Mais tarde, tive um problema com o acelerador", afirmou Barrichello.

Postar um comentário