segunda-feira, 25 de julho de 2011

Aceleradas: GP Alemanha- Santo de casa...

181887Em uma prova movimentada a supremacia da Red Bull foi quebrada, a Ferrari e a McLaren se aproximaram dos lideres da competição
Por: Edison Ragassi
O velho ditado, ‘santo de casa não faz milagre’, foi confirmado durante todo o final de semana do GP da Alemanha, disputado no circuito de Nurburgring. O atual campeão e piloto da casa, Sebastian Vettel, não conseguiu largar em primeiro, e olha que, este ano em 10 provas disputadas ele marcou seis poles.
181888

O mais rápido nos treinos foi seu companheiro australiano Mark Webber. O inglês Lewis Hamilton (McLaren), marcou o segundo melhor tempo, com Vettel em terceiro e Fernando Alonso (Ferrari) na quarta posição. Já o brasileiro Felipe Massa (Ferrari) largou em quinto com outro filho da casa, Nico Rosberg (Mercedes) em sexto. Rubens Barrichello (Williams) com problemas em seu carro amargou a 14ª posição.
Com as luzes vermelhas apagadas, Webber não resistiu ao ataque do inglês abusado Hamilton. Massa tentou de maneira agressiva ganhar posições, mas a manobra não deu certo. O pior é que ele perdeu o lugar para Rosberg e gastou muito tempo para ultrapassá-lo.

E Alonso fez valer sua técnica para superar Vettel. Os dois ainda duelaram novamente e o espanhol levou a melhor. Hamilton também errou, perdeu a posição para Webber, mas o inglês recuperou-se rapidinho e seguiu na liderança.
181958

As paradas para troca de pneus foram decisivas. Nelas a Red Bull voltou a colocar Webber na liderança, e a McLaren foi melhor, pois fez Hamilton reassumir a liderança ao colocar os compostos duros no carro do inglês antes dos principais adversários. Assim, ele conseguiu ultrapassar Webber e Alonso e partir para sua segunda vitória no ano.

181960

Massa e Vettel protagonizaram uma disputa sensacional na última volta do GP. O brasileiro que defendeu-se muito bem do alemão durante várias voltas, precisou trocar os pneus, assim como o atual campeão. Eles entraram juntos nos boxes, mas a Ferrari falhou. O time que já tinha trocado pneus em 3,1 segundos gastou pouco mais de 5s e ai Vettel passou. Isso custou dois pontos ao brasileiro e jogou todo o trabalho feito durante as 60 voltas no ralo e o comentário já manjado: ‘o erro é sempre com Massa’.
181936

Marcaram pontos no GP da Alemanha:
1º - Lewis Hamilton
2º - Fernando Alonso
3º - Mark Webber
4º - Sebastian Vettel
5º - Felipe Massa
6º - Adrian Sutil
7º - Nico Rosberg
8º - Michael Schumacher
9º - Kamui Kobayashi
10º - Vitaly Petrov
181888

A liderança da competição continua com Vettel, ele soma 216 pontos, Webber tem 139 no segundo lugar. O vencedor do GP da Alemanha, Hamilton soma 134 pontos na terceira posição e os 130 pontos de Alonso o colocam em quarto lugar. Felipe Massa é o sexto colocado, pois soma 62 pontos e Barrichello, que abandonou a corrida com problemas em seu carro está na 16.ª posição, com quatro pontos.

181929

Depois do GP da Alemanha, a conclusão é de que a diferença técnica entre a Red Bull, Ferrari e McLaren diminuiu. Os carros da bebida energética ainda são melhores na classificação, porém em ritmo de corrida as rivais estão mais consistentes. Felipe Massa esta crescendo como piloto, ainda tem um pouco de receio, mas quando se toca disso consegue ser agressivo e ganhar posições.

Pensar que Vettel pode perder o titulo é quase inimaginável, mas a disputa pelo vice-campeonato está totalmente aberta.
A próxima etapa será semana que vem o GP da Hungria, no circuito de Budapeste. Nesta pista travada, vamos ver quem tem arrojo e a melhor estratégia.

Rapidinhas
Modesto!

Lewis Hamilton é um piloto arrojado e que conduz seu carro de maneira agressiva o tempo todo. Depois da vitória na Alemanha, deixou a modéstia de lado. "Pilotar volta após volta com décimos de segundos nos separando foi realmente algo à beira da perfeição. E com meu estilo agressivo, eu senti que as manobras que eu fiz foi uma das exibições mais precisas que eu tive".

Sem pódio
Sebastian Vettel ficou desapontado por não conseguir subir ao pódio na sua terra natal. "Eu não me senti muito bem durante toda a semana, eu nunca cheguei ao ritmo que Mark tinha em seu carro. Penso que o quarto lugar foi provavelmente o máximo que poderia conseguir hoje, o que não é satisfatório", declarou ao termino da prova.

Senna volta ao cockpit
Bruno Senna, atual piloto de testes da Renault-Lotus  vai guiar o carro de Nick Heidfeld  na próxima sexta-feira. Ele irá participar da primeira sessão de treinos livres do GP da Hungria. O alemão, titular do time volta para o treino seguinte e o restante do fim de semana da corrida, a ação esta prevista no contrato de Bruno.

Postar um comentário