segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Lançamentos: Dodge Journey 2012

2011 Dodge JourneyNovo motor mais potente, suspensão recalibrada, acabamento interno mais requintado, lanternas com Led, são algumas das novidades do crossover da Chrysler
Texto: Edison Ragassi
Fotos: Pedro Bicudo- Chrysler
Em Guarulhos (SP), dia 23 de novembro, a Chrysler mostrou para a imprensa especializada brasileira o novo Dodge Journey.
Por fora, o crossover recebeu uma grade com o novo logo da marca, para-choques maiores e lanternas traseiras com Led.  
2012 Dodge Journey

No interior, o painel foi redesenhado, o acabamento geral ficou muito mais sofisticado, o que inclui materiais mais nobres e macios ao toque e o revestimento dos bancos é de couro.

foto Pedro Bicudo (24)

Com largura de 2.127mm, comprimento de 4.888 mm e entre-eixos 2.890 mm, tem capacidade volumétrica de 805 litros no porta-malas. Com dois bancos rebatíveis e reclináveis que ficam no nível do piso, pode transportar até sete pessoas, neste caso, a capacidade do compartimento traseiro chega a 483 litros. 

2011 Dodge Journey

A maior novidade deste crossover é o novo propulsor Pentastar V6 de 3,6 litros. Ele desenvolve 280 cv de potência, quase 100 cv a mais que o modelo anterior, 2.7 V6.
Este V6 tem bloco e cabeçote de alumínio, usa sistema DOHC de variação de abertura das 24 válvulas. A injeção de combustível é sequencial, multiponto, eletrônica e sua taxa de compressão é de 10,2:1. Sua potência líquida é de 280 cv a 6.350 rpm e o torque de 34,9 kgfm disponível a 4.350 rpm.

foto Pedro Bicudo (26)

A transmissão é automática de seis velocidades, com controle eletrônico adaptável e embreagem conversora de torque modulada eletronicamente. Já a direção é eletro-hidráulica, com pinhão e cremalheira.
No Journey 2012, os sistemas de suspensões também foram recalibrados, a dianteira é independente, do tipo McPherson, de barra estabilizadora com sub-chassi. A traseira também é independente de braços múltiplos, barra estabilizadora e sub-chassi.

foto Pedro Bicudo (77)

Usa freios hidráulicos a disco nas quatro rodas, de série traz: sistema de freios anti-blocante (ABS) nas quatro rodas, controle eletrônico de estabilidade (ESP) e controle de tração em qualquer velocidade.

Com preço sugerido para venda de R$97.500, a versão SXT traz de série: Air bags frontais, laterais nos bancos dianteiros (tipo cabeça e tórax) e laterais tipo cortina para todas as fileiras de bancos, apoios de cabeça dianteiros ativos, ar-condicionado com controle de temperatura automático de três quadrantes, bancos da 2ª fileira rebatíveis, bipartidos (1/3 e 2/3) reclináveis e com assentos infantis embutidos, banco do motorista com regulagem elétrica em 6 direções, bancos dianteiros aquecidos, computador de bordo programável (EVIC) com medição de temperatura externa e bússola digital, coluna de direção ajustável em altura e profundidade, faróis dianteiros de neblina, luz de monitoramento de pressão dos pneus.

foto EUA

Ainda, sensores anticapotamento e de oscilação de reboque, para-brisa com película de proteção solar, rack de teto com trilhos laterais pretos, rodas de alumínio de 17”, sistema de som MyGIG com tela de LCD sensível ao toque e HD interno, sistema de entrada fácil Tilt’n Slide para acesso aos assentos da 3ª fileira, sistema Bluetooth Uconnect com comando de voz, volante revestido em couro com controles integrados de áudio e do controlador de velocidade.

foto EUA (4)

Já a opção topo de linha, R/T, além dos itens da SXT, usa acabamento cromado nas maçanetas externas e trilhos laterais do rack de teto, rodas de alumínio de 19”, sistema de áudio premium com 6 alto-falantes e subwoofer da marca Alpine e teto solar elétrico. Seu preço é de R$107.900.
A Chrysler foi adquirida pelo Grupo Fiat e passa por um processo de reestruturação. No Brasil, a marca cresceu 50% este ano, atualmente a possui 28 concessionárias, os planos são de alcançar 48 revendas até o final de 2012.

foto Pedro Bicudo (9)

Postar um comentário