quarta-feira, 25 de abril de 2012

Aceleradas: GP Bahrein uma corrida movimentada

197260

A pole conquistada por Sebastian Vettel no minuto final dos treinos classificatórios deixou a impressão de que a corrida seria disputadíssima. E realmente foi!
Por: Edison Ragassi
Atual campeão, o piloto da RBR fez as três primeiras provas de maneira apagada, reclamou do novo sistema de escapamento, insistiu em usar o antigo e nesta prova a ordem veio de cima, ‘usa o novo’ ai ele acertou.
O alemão largou bem, manteve a primeira posição, mas diferente do que acontecia no ano passado, não teve vida fácil, foi pressionado o tempo todo.

197222

E quem veio pra frente desta vez foi o ‘estreante’, campeão do mundo Kimi Raikkonen e seu companheiro de equipe Romain Grosjean, ambos da Lotus.
Depois de largar na 11ª posição, Kimi andou muito, mostrou que está perfeitamente adaptado, se o carro deixar, o homem de gelo vai brigar pelo título.

197261

Reação também de Felipe Massa (Ferrari), o brasileiro saiu na 14º posição e logo na largada pulou para 9º. Andou muito próximo a Fernando Alonso, não passou porque não podia, mas virou tempos próximos ao do espanhol, no final ficou em 9º e Alonso terminou na 7ª posição.

197247

Bruno Senna (Williams), também fez uma ótima prova, ganhou cinco posições na largada, chegou a 10º, mas o carro falhou e ele abandonou. Enquanto esteve na corrida, ultrapassou, defendeu-se e brigou por posições, o que mostra evolução do piloto brasileiro prova a prova.
Marcaram pontos no GP do Bahrein
1º - Sebastian Vettel

2º - Kimi Raikkonen

3º - Romain Grosjean

4º - Mark Webber

5º - Nico Rosberg

6º - Paul di Resta

7º - Fernando Alonso

8º - Lewis Hamilton

9º - Felipe Massa

10º - Michael Schumacher

197241

As quatro primeiras etapas disputadas fora da Europa foram marcadas pelo equilíbrio, tanto que quatro pilotos diferentes venceram. Na próxima corrida os times voltam pra casa. A Ferrari promete um novo carro para tentar recuperar preciosos pontos perdidos. E algumas perguntas estão no ar, a Mercedes é uma equipe que lutará por vitórias só em determinadas pistas?

Os carros da Lotus chegaram para brigar por vitórias? A McLaren realmente é a melhor equipe? E a RBR, finalmente se encontrou? As pessoas aprenderam a trabalhar os ajustes do carro e ela vai voltar a ser imbatível?
Acompanhe a próxima etapa marcada para dia 13 de maio na Espanha, pois lá várias destas questões começam a ser respondidas.

Rapidinhas
Otimismo
A equipe Lotus esta em estado de graça, afinal marcou uma dobradinha, o que faz James Allison, diretor do time pensar em vitórias. "Não há razão para não pensarmos em obter resultados ainda melhores, se mantivermos o foco no decorrer da temporada. Estou muito satisfeito com nossa performance. É uma grande base para a sequência do ano".

Precisa frear também
Para ser um bom piloto, além de acelerar, precisa saber parar, e Bruno Senna ficou sem freios, por isso abandonou . "O pedal estava vibrando muito, mas resolvemos arriscar porque ainda era cedo e não dava para prever o que aconteceria na corrida. Quando vimos que as chances de pontuar praticamente não existiam, achamos melhorar parar para evitar o risco de acontecer algo pior, como a explosão do disco".

Alguém tem que ser culpado
Para Lewis Hamilton o resultado ruim aconteceu por causa da equipe. "Os atrasos nos pit stops tiveram grande parte nisso, claro. Para o piloto, é muito frustrante porque não há nada a fazer. Desperdiçamos uma grande oportunidade hoje".

Postar um comentário