sábado, 14 de abril de 2012

Avaliação: Range Rover Evoque

IMG_7909

Primeiro utilitário esportivo da Land Rover concebido com apelo urbano  nasceu como um carro conceito que virou realidade
Texto: Edison Ragassi
Fotos: Estúdio Prána
Em 2008 a Land Rover mostrou pela primeira vez o protótipo LRX,  e poucos acreditavam que ele viria a ser um modelo de linha, por causa de suas linhas e desenho futurista.
Em 2011 a fabricante inglesa provou que, por mais arrojado que seja o projeto é possível transformá-lo em realidade e lançou o Range Rover Evoque.O utilitário esportivo foi concebido para mudar um pouco a imagem da empresa que é sinônimo de veículos para o fora de estrada.

IMG_7843

A frente usa linhas robustas, os faróis são embutidos nos para-lamas e unem-se ao capô como uma só peça. No centro uma grande grade, abaixo o para-choque na mesma cor do carro e uma grade trapezoidal na parte inferior.

IMG_7898

As laterais têm vincos que começam nas lanternas, quando chegam aos para-lamas dianteiros ganham forma circular para acompanhar as caixas de rodas.

IMG_7927

A traseira usa visual robusto, as linhas retas têm os cantos arredondados, as lanternas lembram os olhos de um robô. A parte inferior do para-choque segue o desenho da dianteira em formato trapezoidal.

IMG_7917

Tem comprimento de 4365 mm, largura de1965 mm e altura de 1635 mm. Sua distância entre-eixos é de 2660 mm. Enfrenta terrenos alagados com profundidade máxima na água de 500 mm, o volume do porta-malas é de 420 litros e o tanque de combustível recebe até 70 litros.

IMG_7859

Por dentro, bancos em couro em duas tonalidades e quatro opções de cores. Sistema de iluminação interna com mudanças de cores (mood lighting), o acabamento do painel e das portas, mescla couro de costura dupla e alumínio escovado.

IMG_7892

Equipado com motor gasolina, o Si4 de 2.0 litros turbo, entrega 240 cavalos de potência, seu torque é de 34,7 kgfm. Ele usa injeção direta de combustível e distribuição dupla variável.
Segundo Roberto Ghelardini Montiboeller, diretor do Centro Automotivo High Tech, localizado na Lapa (SP), “O motor é construído com tecnologia moderna, as velas são de fácil acesso e utilizam bobinas.

IMG_7980

O reparador deve ficar atento, pois se falhar uma o ideal é substituir as quatro, já que no período de atividade, as outras três irão compensar a falta daquela que está com defeito. Ao substituir a defeituosa o sistema não conseguirá compensar e comprometerá as outras”, explica ele.

IMG_8071

Apesar da inspiração urbana, o Evoque está preparado paro o fora de estrada, com tração integral nas quatro rodas, a última versão do sistema Terrain Response, que adapta as configurações de tração, motor, suspensão e torque de acordo com o tipo de terreno em que se trafega.

Pelo fato de ser também um fora de estrada, alguns itens requerem atenção, como o sistema de aspiração do ar. “O carro está preparado para enfrentar situações adversas, mas a terra e poeira acabam penetrando, com o tempo pode chegar ao sistema de injeção e comprometer, assim o ideal durante uma revisão ou reparação preventiva é tirar esta sujeira”, comenta Edson Roberto de Ávila, o Mingau, diretor técnico responsável do Departamento Técnico de Manutenção Preventiva e Corretiva de Autos Mingau, localizado em Suzano (SP).

IMG_7946

No motor os experientes reparadores não encontraram partes ou itens que necessitem de ferramentas especiais para realizar manutenção ou reparo. “O filtro do óleo e o de ar são fáceis de acessar, e é necessário tomar cuidado com os conectores, são vários espalhados pelo propulsor, eles têm uma maneira certa para retirar e colocar, não adianta forçar, pois eles podem danificar”, comenta Edson.

IMG_8073

De construção robusta, a suspensão dianteira é independente do tipo McPherson. As bandejas são de alumínio, “neste caso se ocorrer um problema no pivô é preciso substituir a bandeja completa para manter a integridade do conjunto”, declara Roberto.

IMG_8066

Já a suspensão traseira é independe multilink, “ao realizar manutenção é necessário checar o alinhamento”, explica Mingau.
Para trocar os amortecedores e molas, os reparadores não identificaram necessidade de utilizar ferramentas ou equipamentos especiais.

O sistema de freio dianteiro usa disco ventilado de 300 mm e na traseira os discos são sólidos com 302 mm, eles também não oferecem dificuldades para substituição. 

IMG_7854

O câmbio é o AISIN AW F21 automático de seis velocidades, com opção de mudanças sequenciais por borboletas colocadas na parte de trás do volante. A alavanca foi substituída pelo sistema Drive Selector, um seletor que proporciona mudanças ao giro de um botão no centro do console. Ele é escamoteável, ao ligar o veículo o botão sobe, quando é desligado ele abaixa.

O especialista em câmbio automático Mauricio Carreiro, diretor da Global Treinamentos, fala que a transmissão de 6 velocidades é uma tendência nos veiculo atuais e dá mais detalhes.“O câmbio é fabricado pela empresa japonesa Aisin Warner sua identificação do fabricante é TF 81 SC ou AF21/40 (AF- Automatic Front, montagem feita de forma transversal), é utilizado também por outras fabricantes de veículos, assim, é possível encontrar essa transmissão em outros carros, além do Ranger Rover Evoque. A construção e bastante robusta, e esse modelo é muito utilizado em modelos com tração AWD”.

Ele explica que o sistema não utiliza cabos para mudanças, “o atuador funciona eletronicamente, o modulo TCM esta incorporado a transmissão”.
Mauricio relata que o peso total da transmissão e de 90 Kg, utiliza 8 litros de Fluido AW F1 e o nível de fluido pode ser medido na parte inferior da transmissão, no bujão de verificação e o bujão de dreno também esta localizado no mesmo local,  “é semelhante as transmissões DP0 ou AL4 da linha francesa”, compara. A construção do corpo de válvulas também é bastante conhecida, possui 8 solenoides 5 para mudança, um do TCC ou lock up e dois reguladores de pressão.

IMG_8072

E como nos dias de hoje, a preocupação de preservar o meio ambiente é prioridade na consepção dos carros, “a transmissão foi construída dentro das normas de exigência de emissões, por isso o conversor compartilha com o motor o aquecimento do sistema, ele não aplica lock up abaixo dos 48 graus e assim emite um menor número de partículas na atmosfera, a quinta e sexta marchas estão desmultiplicadas, a sexta é uma marcha de cruzeiro esta solução tem sido usada nos projetos mais novos para economizar combustível”, complementa Mauricio.

IMG_7882

Impressões ao dirigir
O Range Rover Evoque é um veículo que chama atenção por onde passa. Tem ótimo arranque, câmbio com trocas macias e precisas.
Os comandos e controles no cockpit são fáceis de visualizar e simples para manusear.

IMG_7849

As linhas arrojadas de seu design comprometeram a visibilidade traseira, o que é compensado pelos sensores de estacionamento e a boa visibilidade dos espelhos.
E o motor de 240 cv é muito eficiente, proporciona ótimas acelerações e retomadas, sem nenhum susto para o condutor.

IMG_7937

Na versão Pure, igual ao avaliado, o Evoque tem preço sugerido de R$ 178.000 (5 portas) e R$ 180.000 (3 portas) . É equipado com rodas de liga leve aro 18 polegadas e três diferentes temas de acabamento interno: Ebony (preto), Almond (bege) e Cirrus (cinza), que definem as cores do couro que reveste os bancos e o acabamento das portas e do painel, sempre com costura dupla.
Colaboraram: Land Rover do Brasil

IMG_7836

Ficha técnica Range Rover Evoque 
Motor

Tipo: Transversal
Numero de cilindros: 4 em linha
Cilindrada: 1999 cc  
Potência máxima líquida: Gasolina: 240 a 5500 rpm
Torque máximo líquido: 340 a 1750 rpm
Taxa de compressão: 10
Número de válvulas: 16 (4 por cilindro)
Direção
Tipo: Elétrica 
Transmissão
Modelo: Aisin AW F21
Tipo: 6 Velocidades com trocas sequenciais    
Freios  
Dianteiros: Disco ventilado 
Traseiros: Disco sólido  
Dimensões
Comprimento: 4365 mm
Largura com os retrovisores dobrados: 1965 mm
Altura: 1605 / 1635 mm
Distância entre-eixos: 2660 mm
Profundidade máxima na água: 500 mm
Peso total com fluidos + 1 ocupante: 1640 kg
Capacidades
Volume do porta-malas: 420 litros
Tanque de combustível: 70 litros

Postar um comentário