segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Aceleradas: GP Brasil–Vettel é tri, mas Alonso deu trabalho

214443

A tradicional chuva de Interlagos que vai e volta deixou o mundo esperando e o campeão da temporada só foi conhecido na bandeira quadriculada preta e branca

Por: Edison Ragassi

Durante os treinos livres da sexta e sábado para o GP do Brasil, a McLaren de Lewis Hamilton andou muito forte, o que mostrava a vontade do inglês de despedir-se do time com uma vitória. E nos treinos classificatórios não deu outra, Hamilton fez a pole com Jenson Button marcando o segundo melhor tempo.

214396

Mas o que chamava mesmo a atenção foi o quarto lugar de Sebastian Vettel (RBR) e a sétima posição de Fernando Alonso (Ferrari), isso porque ganhou um lugar, pois Pastor Maldonado (Williams) não passou pela pesagem e foi punido com a perda de 10 posições.

E como já era esperado, na hora da largada cai a chuva leve e fraca, para deixar engenheiros e pilotos sem saber o que fazer, ou melhor, qual tipo de pneu escolher.

Dada a largada, Felipe Massa (Ferrari) que saiu em quinto, foi pra cima e chegou ao segundo lugar, mas a superioridade da McLaren falou alto e Button recuperou a posição. Alonso foi bem e ultrapassou Mark Webber (RBR) e Massa ao mesmo tempo, o que o colocou na terceira posição.

214404

Mas a confusão na largada foi tanta, que Vettel foi acertado por Bruno Senna (Williams), rodou e voltou na última posição. Com o carro batido, na primeira parada, fotografaram o local para analisar o tamanho do estrago. Não foi grave, o alemão andou forte mesmo com a pista lisa, ganhou posições até chegar ao quarto lugar.

214477

Com as paradas, uma surpresa, o alemão Nico Hulkenberg (Force India) chegou até a liderança sem trocar pneus, o mesmo fez Button (McLaren). E Hulk perdeu a posição para Hamilton, quando tentou recupera-la os dois se tocaram no S do Senna, com o inglês ficando fora.

214432

A manobra custou uma punição para o piloto da Force India, que a meu ver foi desnecessária, já que o carro escorregou de traseira e ele não foi culpado no acidente.

214436

Ai Massa estava em segundo e deixou Alonso passar, mas Vettel controlava bem o carro, ultrapassou Michael Schumacher (Mercedes- GP) e ficou na sexta colocação, o que foi suficiente para ele colocar na prateleira mais uma taça de campeão, a terceira seguida.

Como a chuva ia e voltava, várias rodadas ocorreram. Em uma escapada de pista, Kimi Raikkonen (Lotus) foi parar em um local que não tinha saída. O finlandês fez o carro girar no próprio eixo e voltou pela terra.

Marcaram pontos no GP Brasil

1º- Jenson Button

2 º- Fernando Alonso

3 º- Felipe Massa

4 º- Mark Webber

5 º- Nico Hulkenberg

6 º- Sebastian Vettel

7 º- Michael Schumacher

8 º- Jean-Eric Vergne

9 º- Kamui Kobayashi

10 º- Kimi Raikkonen

No campeonato Vettel terminou como campeão ao somar 281 pontos, contra 278 de Alonso e Kimi Raikkonen (Lotus) foi o terceiro com 207. Felipe Massa chegou a 122 pontos o que garantiu o sétimo lugar no mundial, enquanto que Bruno Senna somou 31 e ficou em 16º lugar.

214446

No final da temporada, a McLaren mostrou que encontrou o caminho e vai levar esta base para o próximo ano. A Red Bull continua sendo o bicho papão e o time a ser batido. A Lotus, que ganhou até corrida, tem futuro incerto, assim como a Force India, ambas estão com sérios problemas financeiros. Já a Williams parece que encontrou o caminho do crescimento e lucrou, mas vai continuar com pilotos pagantes e isso pode atrapalhar a evolução do time.

214425

A Sauber que também conseguiu destaque contratou o bom Hulkenberg e aposta, ou melhor, usa o dinheiro que Esteban Gutierrez leva para o time. A Mercedes-GP deixou Schumacher, contratou E Caterham, Marussia e HRT permanecem na mesma, disputando as ultimas posições, sem marcar pontos na temporada e sonhando com investidores o que pode mostrar uma luz no fim do túnel.

DSC01718

Ainda resta saber se Bruno Senna permanece na Williams. Acredito que não, pois o piloto esteve no lançamento do Fluence GT no último dia 21/11 e quando perguntado sobre isso a resposta foi que não estava acertado. Mas se o time inglês fosse renovar o contrato do brasileiro, aproveitaria o GP do Brasil para comunicar e conseguiria mais destaque na mídia. Ainda foi publicado pelo jornalista Fabio Seixas, que Rubens Barrichello negocia a volta para a F-1 na equipe Caterham. Eu não faria isso. O Barrichello está muito bem, se voltasse pelo menos em uma equipe média conseguiria resultados, mas em uma nanica só vai estragar sua imagem.

Agora é aguardar, pois a F-1 volta dia 17 de março, até lá as equipes irão trabalhar nos carros e treinar os pilotos. Tomara que tenhamos uma temporada agitada e repleta de variáveis como a deste ano.

Rapidinhas

Jogo sujo

Vettel comemorou muito o tri campeonato e no final desabafou, afirmando que a disputa não foi limpa. "Muita gente tentou fazer jogo sujo, mas nós não nos distraímos com isso e mantivemos nosso caminho, e todos os rapazes deram bastante no final. As pessoas tentaram tudo para nos derrotar e a quantidade de questões que tivemos que lidar, coisas que tivemos que enfrentar durante a temporada, isso não tornou nossa vida mais fácil", finalizou o campeão.

O choro da redenção

Felipe Massa foi muito criticado durante o ano. Jornalistas italianos pediram sua substituição. Mas o piloto deu a volta por cima e teve o contrato renovado para mais uma temporada. No pódio depois de conquistar o terceiro lugar ele chorou. "A segunda parte do ano foi uma preparação para o próximo. Não sei dizer porque aconteceu isso comigo hoje, não sei o que sentir. Mas acho que era muita emoção de correr aqui e não chegar na posição que deveria na frente dessa torcida", afirmou. No ano que vem sabemos que ele seguirá ajudando Alonso.

Vaga aberta

Bruno Senna não terminou o GP do Brasil porque se envolveu em um acidente com Vettel. Durante a temporada foi muito regular, pois marcou pontos em 10 provas "A gente continua na batalha para ver se arruma um carro competitivo aqui. No mundo ideal a gente continuaria na Williams, mas não está nada resolvido", afirmou Bruno.

Postar um comentário