domingo, 12 de maio de 2013

Aceleradas: GP Espanha – Uma boa corrida

222638Fernando Alonso vence em casa, Felipe Massa é terceiro e graças ao desgaste dos pneus, a prova foi bem movimentada

Por: Edison Ragassi

O retrospecto do GP da Espanha não era bom para a maioria dos pilotos, pois geralmente quem largava na pole também vencia. Assim, muita gente acreditava que veríamos uma corrida modorrenta com os pilotos da Mercedes-GP Nico Rosberg e Lewis Hamilton, respectivamente primeiro e segundo no grid de largada, revezando-se na primeira posição durante as trocas de pneus. Mas não foi assim!

222613Logo na largada, o alemão teve que defender-se, pois Hamilton perdeu a posição para Sebastian Vettel (RBR) e Fernando Alonso (Ferrari). Felipe Massa (Ferrari), que foi punido nos treinos classificatórios e partiu em 9º, também fez excelente largada, ganhou dois lugares. Foi pra cima de Sergio Pérez (McLaren) e na primeira volta já estava na sexta colocação.

222610Nesta temporada Bernie Eclestone exigiu da Pirelli desgaste rápido dos pneus e o fornecedor cumpriu a exigência, tanto que na volta 9 começaram as trocas.

E aí Alonso passou Vettel e Massa pulou para a quinta posição. Todos falavam em quatro trocas, mas acreditava-se que a Lotus conseguiria apenas três e assim foi.

222661

Romain Grosjean abandonou com a suspensão traseira quebrada e Kimi Raikkonen usou bem as propriedades do ótimo chassi que faz seu monoposto aproveitar melhor os compostos de borrachas e terminou na segunda colocação.

Tanto Alonso como Massa, aproveitaram o equilíbrio encontrado pela Ferrari no circuito de Montmelò. A equipe trabalhou perfeitamente na estratégia de trocas dos pneus, o que levou os dois ao pódio, com o espanhol em casa no degrau mais alto.

Já as Mercedes mostraram que precisam evoluir no ritmo de corrida, apesar da primeira fila nos treinos classificatórios, arrastaram-se na pista, Nico Rosberg foi 6º e Lewis Hamilton 12º.

222664A RBR não encontrou o acerto ideal e amargou a quarta e quinta posição com Sebastian Vettel e Mark Webber.

Definitivamente, a McLaren não construiu um bom carro e deve dedicar-se ao modelo do ano que vem. Enquanto isso, Jenson Button e Sergio Pérez continuam sofrendo, na Espanha terminaram a prova na 8ª e 9ª posição.

Marcaram pontos no GP da Espanha

1- Fernando Alonso

2- Kimi Räikkönen

3- Felipe Massa

4- Sebastian Vettel

5- Mark Webber

6- Nico Rosberg

7- Paul di Resta

8- Jenson Button

9- Sergio Pérez

10- Daniel Ricciardo

222670O campeonato é liderado por Vettel (89), em segundo aparece Räikkönen (85) e Fernando Alonso (72) está em terceiro. Hamilton (50) é quarto e Massa (45) aparece na quinta colocação.

Dia 26/05 tem mais, quando acontece a próxima etapa, e desta vez é no circuito de rua em Mônaco, o GP de Monte Carlo. Estou curioso para saber se o desgaste dos pneus também proporcionará mudanças de posições e na classificação do campeonato.

222659

Rapidinhas

Lembrando o Senna

Após vencer em casa, Fernando Alonso aceitou de um fiscal a bandeira da Espanha e saiu com ela para comemorar, da mesma maneira que fazia o brasileiro Ayrton Senna. Na época esta atitude irritou os homens da FIA que proibiram esta comemoração impondo multa. O espanhol quase foi punido, só não aconteceu porque os comissários relevaram. Apesar da vitória Alonso cobrou evolução do time. "Definitivamente temos um conjunto competitivo para o domingo. Não somos os mais rápidos nos treinos, talvez não façamos as voltas mais rápidas das provas, mas temos pit stops fantásticos, boas largadas e desgaste dos pneus. São muitos ingredientes para ter um carro competitivo e lutar pelo título", declarou.

Melhor segundo que sem pontos

Kimi Räikkönen não tem o melhor carro, mas já ganhou corrida e usa seu talento para estar entre os que brigam pelo titulo. Na Espanha, quando assumiu a segunda colocação manteve o ritmo para não ser incomodado pelo terceiro colocado e não se aproximava do líder. “Talvez a vitória fosse possível quando estávamos na liderança, mas tínhamos pneus usados e Alonso estava com novos. É muito fácil ultrapassar, então não havia nenhum motivo para realmente lutar com ele, porque não conseguiria mantê-lo atrás. Eu sabia que caso eu conseguisse ficar um pouco mais próximo, talvez eu tivesse chances. Mas no final, ele estava muito rápido”, justificou o homem de gelo.

Felipe Massa está animado

Depois de largar em 9º o brasileiro da Ferrari terminou na terceira posição. O piloto recebeu elogios da imprensa italiana e mostra otimismo para a sequencia da temporada. “Eu acho que estamos indo em uma incrível direção. Espero que, de agora em diante, lutemos pelo pódio em todas as provas. Estamos pressionando muito para melhorar o carro nos classificatórios, mas sabemos que temos um bom carro para a corrida”, comemorou depois da prova.

Postar um comentário