sábado, 29 de junho de 2013

Lançamentos: Chery Tiggo 2014

NOVO TIGGO (19)Utilitário esportivo da marca chinesa recebeu alterações no visual, ganhou equipamentos e o motor ficou mais potente

Texto: Edison Ragassi/ Fotos: Divulgação

Dia 20 de junho, a Chery mostrou em Itú (SP), para a imprensa especializada brasileira o utilitário esportivo compacto Tiggo. O Jipe foi o primeiro veículo comercializado no Brasil pela fabricante chinesa, as vendas começaram em 2009 e somaram cerca de 10 mil unidades.

Novo Tiggo (22)A nova geração teve o exterior renovado. Foram feitas alterações nos para-choques dianteiro e traseiro, grade frontal, faróis, frisos laterais, lanternas, capa do estepe e brake light.

Novo Tiggo (24)O interior recebeu um novo painel, console central, volante, manopla de câmbio, bancos e revestimento. Também ganhou novas luzes diurnas com LED, display com bússola, altitude e pressão atmosférica no espelho retrovisor, sensor de ré com display de distância e controle de áudio no volante.

SONY DSCTraz de série ar-condicionado, acionamento elétrico para vidros, travas e retrovisores, CD player com entrada USB, freios com ABS (antitravamento) e EBD (distribuição de frenagem), pneus 235/60R16 e direção hidráulica.

SONY DSCO Novo Tiggo tem 4.390 mm de comprimento, 2.510 mm de entre-eixos, largura de 1.765 mm e altura de 1.705 mm. O porta-malas tem capacidade para 435 litros, amplia para 494 litros, sem a cobertura de separação do compartimento e 818 litros ao rebater os bancos.

Comparado ao modelo anterior, o motor ACTECO 2.0L 16V a gasolina ganhou mais potência, pois tinha 135 cv e torque de 18,2 kgfm a 4.500 rpm, ele agora tem 138 cv, mas o torque continua o mesmo, porém, disponível a 4.300 rpm. O câmbio é manual de cinco velocidades e a marca prepara o lançamento da versão automática, talvez ainda este ano.

Novo Tiggo (26)A suspensão dianteira é do tipo McPherson, com molas helicoidais, amortecedores de dupla ação e barra estabilizadora. Na traseira é independente, do tipo Multilink, com molas helicoidais, amortecedores de dupla ação e barra estabilizadora.

Para avaliar o novo utilitário esportivo, como os carros não estavam emplacados, os organizadores realiaram o teste drive em um kartodromo.

Ao entrar no carro dá para perceber que o acabamento interno do jipe ganhou qualidade, os instrumentos de painel são fáceis de visualizar, ele recebeu na parte superior um display digital que mostra odometro total e parcial, entre outras informações, o qual chama a atenção do motorista.

Novo Tiggo (35)Carro fechado, ao girar a chave é possível perceber que ele tem um bom isolamento acústico, pois o som do propulsor é quase que imperceptível dentro do habitáculo.

Apesar do tipo de carroceria, o arranque é bom, a passagem de marcha, da primeira para a segunda acontece de maneira precisa, mas da terceira até a quinta marcha é necessário fazer um pequeno esforço ao engatar.

E nas curvas do circuito ele mostrou boa estabilidade, sem a tendência de jogar a traseira. Nesta situação o carro está bem ajustado, motor elástico, andando em terceira na velocidade de 60 km/h, mantém o motor a 2.500 rpm e não perde o fôlego, inclusive com o ar condicionado ligado.

NOVO TIGGO (3)Merece uma avaliação mais completa, em trechos de rodovia, e no anda e para da cidade, mas a primeira impressão é boa, os chineses da Chery estão evoluindo seus produtos.

O Novo Tiggo é fabricado no Uruguai, tem preço sugerido de R$51.990. O veículo da geração anterior ainda está nas revendas por R$47.990. Até o final do ano, a expectativa é de que a Chery comercialize 3.500 unidades do modelo.

Postar um comentário