domingo, 18 de agosto de 2013

Lançamento: Novo Fusion Hybrid

Fusion Hybrid 03Com novos motores, chega ao mercado brasileiro o sedã da Ford que utiliza propulsão elétrica e a combustão, ele atinge até 100 km/h rodando com o propulsor elétrico

Por: Edison Ragassi/ Fotos: Divulgação

Em Itu, interior de São Paulo, a Ford mostrou para a imprensa especializada, dia 5 de agosto o novo Fusion Hybrid. Comparado a geração anterior, o sedã de luxo que é fabricado no México, passou por várias modificações. Utiliza a mesma arquitetura e visual das versões 2.0 EcoBoost e 2.5 Flex.

Fusion Hybrid 47O sistema propulsor passa a utilizar bateria de íons de lítio, a qual é 23 kg mais leve e mais potente. O motor a combustão, agora é 2.0L a gasolina de ciclo Atkinson e o propulsor elétrico também é novo, juntos eles geram uma potência de 190 cv. Este conjunto permite ao carro acelerar até 100 km/h usando somente o modo elétrico.

Fusion Hybrid 45O sistema de frenagem é regenerativo, ele recupera até 95% da energia perdida nos freios. A transmissão continuamente variável e-CVT, controlada eletronicamente, gerencia a energia dos motores a gasolina e elétrico. A direção e o ar-condicionado com acionamento elétrico também contribuem para a economia de combustível.

Fusion Hybrid 20No interior, vários recursos informam e orientam o motorista sobre a melhor forma de aproveitar toda a sua tecnologia. O painel de instrumentos "Smartgauge" conta com duas telas de LCD configuráveis e o "Ecoguide", tela que ensina a dirigir de modo mais sustentável, ele usa grafismos de folhas que aumentam ou diminuem junto com a eficiência no uso da energia.

Impressões ao dirigir

A Ford escolheu a cidade de Itú, interior de São Paulo, para mostrar o Novo Fusion Hybrid à imprensa especializada brasileira. O teste drive foi realizado no condomínio Terras de São José e nas rodovias da região.

Fusion Hybrid 22Ao aproximar-se é fácil verificar que o visual é o mesmo do sedã que começou a ser comercializado no Brasil em outubro do ano passado.

Ao apertar o botão ‘power’, isso porque o carro não tem chave, funciona com um sensor de aproximação, fica a sensação de que falta alguma coisa, e falta mesmo. O barulho do motor entrando em funcionamento. Isso é normal, pois o que é ativado primeiro é o propulsor elétrico.

Fusion Hybrid 23Enquanto esperávamos para sair, com o ar condicionado ligado, o motor a combustão foi acionado automaticamente, isso ocorre porque o sistema de refrigeração utiliza energia da bateria que serve para movimentar o carro. Quando parado ela vai descarregando, ao chegar em um determinado nível, o motor a combustão entra em ação para carregar esta bateria.

Fusion Hybrid 41

Como o Fusion movido só a gasolina, o Hybrid também tem um arranque lento, até porque não vale a pena querer sair da inércia de uma vez, pois o ideal é utilizar a parte elétrica que não gasta combustível.

Fusion Hybrid 06Dentro do condomínio, onde foi necessário manter velocidade média de 30km/h, o trajeto foi feito em grande parte com motor elétrico, o qual é muito silencioso, dá até para ouvir os pneus deslizando no asfalto, mas só se estiver com os vidros abertos, pois o isolamento acústico do carro também é bem acertado.

Fusion Hybrid 38

Ao entrar na rodovia, o silencio permanece, conforme o carro ganha velocidade ele fica ainda melhor, não há trancos ou indícios de que as marchas estão sendo trocadas, isso graças ao câmbio CVT.

Fusion Hybrid 02A Ford divulga que o motor elétrico se mantém em funcionamento numa velocidade média de 100 km/h, o anterior mantinha até 75 km/h, isso acontece, mas só em linha reta. Em São Paulo, por exemplo, em alguns trechos da Rodovia dos Bandeirantes e até da Via Dutra, seria possível rodar alguns quilômetros sem gastar uma gota de gasolina, pois o motor a combustão entra em funcionamento com um leve apertar no acelerador.

Fusion Hybrid 16O conjunto de suspensão também está bem acertado, enfrenta curvas com muita resistência, apesar do tamanho do carro e absorve bem as imperfeições do asfalto, um pequeno desconforto é sentido por causa da banda do pneu, mas nada que incomode.

Fusion Hybrid 25O painel de instrumentos é repleto de informações, inclusive mostra durante o trajeto qual o tipo de propulsão é usada, a bateria sendo carregada durante a frenagem e um divertido ‘folhometro’. Enquanto o carro roda no sistema elétrico, uma imagem de folhas crescendo é mostrada, isso representa o que está sendo feito para proteger o meio ambiente.

Além disso, são várias as funções disponíveis para serem programadas, mas são tantas que não deu para testar tudo no trajeto.

Fusion Hybrid 27Com preço sugerido para venda de R$124.990, o Fusion Hybrid é o sedã grande hibrido mais barato comercializado no Brasil, tem tecnologia de ponta, e o custo de manutenção, isso sem levar em conta a parte elétrica que não necessita de manutenção preventiva, é o mesmo do modelo movido a gasolina.

Fusion Hybrid 10

O valor cobrado, por exemplo, na revisão de 10.000 km é de R$312,00, a mais cara é a de 70.000 km que tem preço de R$ 3.508. E a bateria é garantida por um prazo de 8 anos, o que não significa que depois deste período ela precisará ser trocada. A Ford não divulgou o valor desta bateria, mas caso aconteça de ela perder a utilidade, ou seja, não carregar mais, o carro funciona como um veículo normal a combustão.

Fusion Hybrid 12

Vale a dica, quem ainda não dirigiu um veículo hibrido, deve fazê-lo, mesmo que seja só uma voltinha no quarteirão em um carro de teste drive da concessionária. Você vai surpreender-se!

Os modelos da geração anterior foram comercializados em sua maioria para empresas, a Ford acredita que este perfil de clientes permaneça.

Postar um comentário