sábado, 24 de agosto de 2013

Last Edition, a última série da Kombi

ViewImageA Kombi, mais antigo veículo comercial leve fabricado no Brasil, está se despedindo, pois não é possível instalar air bags, itens obrigatórios a partir de 2014, no modelo.

Para a despedida com chave de ouro, a VW preparou a série especial Kombi Last Edition. São 600 unidades com pintura em dois tons “saia e blusa” e equipamentos exclusivos.

7ViewImageO interior de luxo utiliza elementos de design que remetem às inúmeras versões do veículo fabricadas no País desde 1957. As cortinas são em tear azul nas janelas laterais e no vigia traseiro – as braçadeiras trazem o logotipo ‘Kombi’ bordado, um elemento de decoração típico das versões mais luxuosas das décadas de 1960 e 1970.

5ViewImageOs bancos têm forração especial de vinil: bordas em Azul Atlanta e faixas centrais de duas cores (azul e branca). As laterais e as costas dos assentos têm acabamento de vinil expandido Cinza Lotus. O modelo tem capacidade para 9 ocupantes.

O revestimento interno das laterais, portas e porta-malas também é de vinil Azul Atlanta, com costuras decorativas pespontadas. O assoalho e o porta-malas são recobertos por tapetes com insertos em carpete dilour Basalto, mesmo material que reveste o estepe. O revestimento do teto é em material não tecido Stampatto.

4ViewImage

No painel, uma plaqueta de alumínio escovado que identifica a série especial, com o número correspondente a uma das 600 unidades. Por exemplo: a primeira unidade levará a placa “001/600”.

Além disso, o painel traz serigrafia especial do quadro de instrumentos, que mantém o tradicional padrão com o velocímetro em posição central e, à direita, o mostrador do nível de combustível. O sistema de som tem LEDs vermelhos, lê arquivos MP3 e possui entradas auxiliar e USB.

8ViewImage

Dentro do porta-luvas, o comprador encontrará o manual do proprietário com uma capa especial comemorativa. A Kombi Last Edition será acompanhada, também, por um certificado especial atestando sua autenticidade.

A pintura é azul, com teto, colunas e para-choques brancos. Uma faixa decorativa, também branca, circunda todo o veículo logo abaixo da linha de cintura. As rodas e as calotas são pintadas de branco.

9ViewImage

A grade dianteira superior é também pintada na cor azul da carroceria, assim como as molduras das setas e aros dos faróis.

Mais um detalhe, os pneus com faixa branca dão um toque a mais de requinte e nostalgia ao modelo. Os vidros são escurecidos e o vigia traseiro tem desembaçador elétrico. As setas dianteiras têm lentes de cristal branco. Nas laterais também se destacam os adesivos que identificam a série especial “56 anos – Kombi Last Edition”.

3ViewImage

A versão é equipada com o propulsor quatro cilindros 1.4 Total Flex da família EA111, ele foi incorporado ao veículo comercial no fim de 2005 e substituiu a versão 1.6L refrigerada a ar. Roda com gasolina, etanol ou qualquer mistura dos dois combustíveis. Com arrefecimento a líquido, o modelo se tornou até 34% mais potente e cerca de 30% mais econômico do que o antecessor.

2ViewImageCom preço sugerido de R$ 85.000, elas são numeradas com placa de identificação no painel e certificado de autenticidade.

Produzida no Brasil desde 2 de setembro de 1957, Kombi tem a história de maior longevidade na indústria automobilística mundial e vai deixar saudades!

Postar um comentário