quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Lançamento: Novo Focus, igual ao europeu

Ford produz na Argentina o Novo Focus, o carro é o mesmo fabricado na Europa, porém, preparado para as condições brasileiras
Texto: Edison Ragassi

No mês de setembro, a Ford mostrou para a imprensa especializada de todo o Brasil, o novo Ford Focus. O evento foi realizado na Argentina, país onde o carro é produzido, em uma paisagem fora do comum para a maioria dos brasileiros. A mostra foi feita na cidade de São Carlos de Bariloche, aonde a temperatura chegou abaixo de 0ºC , com as montanhas cobertas de neve.


No país portenho, os executivos da empresa explicaram as estratégias para colocar o modelo sedã na briga com Civic, Corolla e também Vectra, Mégane, 307 e C4 Pallas.
Desenvolvido com o conceito Kinetic Design, o Novo Focus foi lançado há cinco meses no velho mundo. O primeiro objetivo da Ford era colocá-lo no mercado a partir do próximo ano, “antecipamos os planos para privilegiar o consumidor brasileiro com um produto de última geração, o qual é lançado simultaneamente com a Europa”, explica Marco Oliveira, presidente da empresa para o Brasil e Mercosul.

Com as versões hatch e sedã, o Focus usa uma arquitetura global, a qual é compartilhada com o Volvo C30 e o Mazda 3. “Mas não confunda com um carro tropicadolizado, ele tem calibração de amortecedores, barra estabilizadora, molas, batentes, entre outros itens, desenvolvidos para as condições brasileiras”, explica Antonio Baltar, gerente geral de marketing da montadora.

Ele também reforçou que, “nos traçamos uma estratégia para fazer o Focus competitivo entre os concorrentes, por isso negociamos com os fornecedores para oferecer ao cliente peças de reposição com preços competitivos, eles estão homologados no Brasil e Argentina”.


Design e tecnologia, os pontos fortes
Lançado na Europa em 1.998, o Ford Focus chegou ao Brasil no ano 2000. O modelo veio para substituir o consagrado Escort. As linhas arrojadas do Focus renderam prêmios e elogios pelo mundo, porém no mercado nacional estas honrarias não traduzira-se em vendas. Por isso foi considerado pela imprensa especializada como: ‘o injustiçado’.

Mas a Ford não desistiu, ao longo dos anos, atualizou o produto. No lançamento era ofertado com motor 1.8 16V para o hatch e 2.0 16V no sedã, e o Ghia (hatch e sedã) usava o 2.0 16V. Em 2003 chegou a série especial XR 2.0 16V, com opção de câmbio automático. Já em 2004 foi substituído o motor 1.8 16V pelo 1.6 8V Zetec Rocam. No ano seguinte, recebeu o propulsor 2.0 16V Duratec. E em 2007, foi a vez do Focus ganhar tecnologia flex fuel com o propulsor 1.6 8V Flex.

Agora trata-se de um outro carro, o qual, se comparado ao da geração anterior cresceu ficou mais espaçoso e avançado tecnologicamente. As linhas seguem a tendência Kinetic Design, a qual foi criada para passar a impressão de movimento, mesmo com o carro parado.
Ele está equipado com motor Duratec 2.0 a gasolina, de 145 cv, com pistões revestidos em teflon, bloco, cabeçote e mancais de alumínio, quatro válvulas por cilindro, duplo comando (DOHC), acionadas por corrente, e sistema de admissão variável (VIS). O propulsor já atende a norma de emissões L-5 do Conama, que entra em vigor a partir de janeiro de 2009.

Em termos de segurança é equipado de série com freios a disco nas quatro rodas, sistema antitravamento (ABS), distribuição eletrônica da força de frenagem (EBD) e CBC (Cornering Brake Control- controle de frenagem em curvas).
Outra novidade tecnológica usada é o Ford Power. O carro não usa chave para ignição, ela é feita através de um botão Start/Stop, o qual só é acionado se o motorista portar o controle usado para ligar o alarme. Ao entrar no carro, sensores detectam a presença e assim o motor é acionado, após o aperto do botão.

A direção tem assistência eletro-hidráulica (EHPAS), ou seja, uma bomba é acionada por motor elétrico, ele usa a velocidade do veículo e da direção como base para calcular o nível ideal de assistência, ainda não depende da velocidade do motor.
Os controles de volume do rádio e do piloto automático foram colocados na coluna de direção, o sistema de comando de voz aciona o som, ar-condicionado e celular com tecnologia Bluetooth, disponíveis na versão Ghia.
Impressões ao dirigir
Nas rodovias da fria, e bela Bariloche, com montanhas cobertas de neve, foi possível sentir que apesar das mudanças, o Novo Focus continua excelente para guiar. Aliás, além das linhas arrojadas, a boa dirigibilidade sempre foi um dos pontos fortes do carro.
Na ocasião, o Auto Agora avaliou a versão sedã com câmbio manual.

Ele arranca forte, tem boa relação de trocas de marcha, o câmbio é muito macil e preciso. Para andar em velocidade média de 80 km, a máxima permitida no local, a quarta marcha foi suficiente, e o conta-giros permanece em 2.500 rpm, ou seja, sem forçar o que ajuda a economizar combustível.
O painel é de fácil visualização, e os comandos a mão. Um detalhe interessante para quem comprar este carro: com certeza vai tentar colocar a chave de ignição no contato, e aí vai perceber que ela não é necessária. Mas com o tempo, isso passa.
A Ford lançou um veículo de primeiro mundo.

O Novo Ford Focus Sedan Automático tem preço sugerido de R$ 64.190 na versão GLX e R$ 74.890 versão Ghia. Com câmbio manual, o modelo custa R$ 59.690 na versão GLX e R$ 70.390 versão Ghia.
Já o Novo Focus Hatch Automático é vendido por R$ 62.690 na versão GLX e R$ 73.390 versão Ghia. O modelo com transmissão manual sai por R$ 58.190 na versão GLX e R$ 69.890 versão Ghia.
Por enquanto a montadora continua vendendo o modelo anterior do carro com carroceria hatch ou sedã, mas só com motor 1.6L Flex, e concentra esforços no desenvolvimento do 2.0L que receberá álcool, gasolina ou a mistura dos dois em qualquer proporção. Mais um ponto para preocupar os concorrentes!

Ficha técnica
Motor: dianteiro, gasolina, Duratec, 2.0 litros, 16V
Número de Cilindros: 4 em linha
Cilindrada: 1.999 cm³
Potência Máxima: 145,5 cv a 6.000 rpm
Torque Máximo: 18,85 mkgf a 4.500 rpm
Injeção: injeção eletrônica digital multiponto seqüencial
Taxa de Compressão: 10,8:1
Transmissão: monodisco a seco com sistema de acionamento hidráulico
Tração: dianteira
Câmbio: automático seqüencial de quatro velocidades
Suspensões
Dianteira: independente tipo McPherson, braços inferiores com bucha hidráulica e barra estabilizadora.
Traseira: independente tipo Multilink, com braço de controle e barra estabilizadora
Freios: hidráulico, a disco nas quatro rodas e ABS
Pneus 205/55 R16
Rodas 7" x 16"
Dimensões
Comprimento: 4,35 m
Largura: 1,99 m
Altura: 1,49 m
Entre-Eixos: 2,64 metros
Peso
Peso em ordem de marcha: 1350 kg
Capacidade
Tanque de Combustível: 55 litros
Porta-Malas: 328 litros
Carga útil: 440 kg
No http://www.coisasdeagora.com.br/ você assisti entrevista com Marcos Oliveira, presidente da Ford. Ele fala sobre o lançamento doNovo Focus e as estratégias de comercio entre Brasil e Argentina.
Postar um comentário