sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Comparativo: Honda CR-V e Chevrolet Captiva Ecotec

SUVs mexicanos

CRV_Abertura

Cap_Abertura

Acordo comercial entre Brasil e México incentiva os fabricantes nacionais a importarem modelos Premium, entre eles Honda CR-V e Chevrolet Captiva se destacam no mercado 
Texto: Edison Ragassi
Fotos: José Nascimento
Segundo dados divulgados pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), em 2009 foram emplacados mais de 167.000 SUV os veículos utilitários esportivos. Deste total, o Chevrolet Captiva somou 13.589 unidades e o Honda CR-V respondeu por 11.237 unidades. Com estes números, já dá para perceber que destacamos dois pesos pesados neste comparativo.
Além de almejarem o mesmo público alvo, em comum, os dois modelos têm o país de fabricação, pois ambos são feitos no México e entram no Brasil beneficiados pelo acordo comercial vigente entre as duas nações. Ao analisar o design dos dois SUV, fica fácil perceber que foram concebidos para serem concorrentes.

  CRV_FrenteCap_Frente

O CR-V ostenta na frente faróis que invadem a grade e os para-lamas. No capô há uma curvatura acentuada, a qual passa a impressão de unir-se com a grade. O mesmo acontece com o para-choque, nesta peça, abaixo aparecem os faróis de neblina.        
Para o Captiva, a Chevrolet imprimiu no visual frontal a identidade global da empresa. A grade trapezoidal é cortada por uma barra que ostenta a gravata dourada, o conjunto ótico invade as laterais; a opção Ecotec, os para-choques têm a parte inferior na cor preta e a superior igual ao restante do veículo, a peça dianteira abriga os faróis de neblina.

CRV_Lateral Cap_Lateral

A lateral do modelo Honda, vista de cima para baixo, ressalta a curvatura do teto, a área envidraçada é grande, os vincos aparecem na altura das maçanetas e abaixo, faixas pretas reforçam o visual esportivo. O veículo da Chevrolet também usa a curva no teto ressaltada, na região das portas dianteiras ele é equipado com barras para transporte de carga. A área envidraçada é grande; nas portas, vincos acima das maçanetas, as pequenas saídas de ar ao lado dos para-lamas remetem a esportividade.

CRV_Traseira Cap_Traseira

Captiva e CR-V têm a tampa do porta-malas curvada, o Chevrolet estampa a gravata dourada ao centro, barra cromada na parte inferior da tampa e as lanternas em formato triangular estão encaixadas nos para-lamas traseiros. No Honda as grandes lanternas estão nas colunas laterais, na parte superior da tampa, uma barra na cor preta, com o grande ‘H’ em destaque.

CRV_Espaço_Interno Cap_Interior

Interior espaçoso, vários porta-objetos, ambos usam iluminação continua no painel de instrumentos e as informações são visualizadas em mostradores analógicos e digitais. No painel do CR-V, bem ao centro, há uma silhueta do carro para indicar quando as portas estão abertas, já no Captiva, estas informações são mostradas no fundo do odômetro.

CR-V 2010_34 Cap_Painel

Ambos são equipados com computador de bordo, porém, o do Captiva, além de consumo e quilometragem percorrida, também mostra a carga dos pneus e quando é necessário calibrá-los.
Os utilitários esportivos CR-V e Captiva também estão bem próximos nas dimensões. O Honda tem 4.575 mm de comprimento, por 1.820 mm de largura, sua distância entre-eixos é de 2.620 mm, para uma altura de 1.690 mm.

CRV_PortaMalas Cap_Port_Malas

No CR-V, a capacidade do porta-malas é de 1.011 litros, ao rebater os bancos chega a 2.064 L. Enquanto que o Chevrolet mede 4.576mm de comprimento, para uma distância entre os eixos de 2.707mm. A altura é de 1.704 mm, mas a capacidade volumétrica do porta-malas é menor que o do concorrente, 821 litros com os bancos em posição normal, ela é ampliada para 1.586 litros ao rebater os bancos.
A maior diferença entre os dois veículos importados do México está no trem de força. O CR-V vem equipado com propulsor 2.0L 16V SOHC i-VTEC movido a gasolina. Ele entrega 150 cv de potência (6.200 rpm) e 19,4 kgfm de torque (4.200 rpm). Usa transmissão automática de cinco velocidades e Overdrive com Grade Logic Control. Este sistema identifica automaticamente a situação que o veículo se encontra (aclive, declive ou plano), ele determina a marcha adequada para o tipo de condição. Ainda, ao acionar a tecla D3, inabilita a quarta e a quinta marcha. A direção tem assistência elétrica progressiva (EPS), os freios são a disco nas quatro rodas com ABS e EBD e a suspensão dianteira é do tipo independente McPherson, e na traseira o sistema é o independente Double Wishbone.

CRV_Motor Cap_Motor

Já o Captiva Sport Ecotec é equipado com propulsor quatro cilindros 2.4L16V VVT. É um motor do tipo DOHC (Dual Overhead Camshaft) a gasolina, que desenvolve 171 cavalos de potência a 6.200 rpm, com torque de 22,2 kgfm a 5.100 rpm. Sua transmissão automática de quatro velocidades é do tipo Active Select (sequencial). As marchas podem ser trocadas manualmente acionando um botão no lado esquerdo da alavanca. Igual ao concorrente da Honda, a suspensão dianteira também é McPherson independente e a traseira independente com quatro braços articulados e barra de torção, a direção é elétrica com pinhão e cremalheira.

IMG_9988 IMG_9804

O Honda CR-V LX com tração dianteira 2WD tem preço sugerido para venda de R$ 88.410. Já vem equipado, entre outros itens, com: rodas de liga leve (17x 6,5 JJ), pneus 225/65R17, piloto automático, ar-condicionado, banco do motorista com regulagem de altura, rádio AM/FM e CD Player com leitor de MP3 e WMA. Coluna de direção ajustável em altura e profundidade, volante com controle de piloto automático, vidros e retrovisores elétricos, antena no teto, brake light, faróis halógenos de dupla parábola, limpador e lavador do vidro traseiro. Com preço sugerido de R$ 87.425 na versão de entrada do Captiva Sport Ecotec, entre os equipamentos de série tem: programa eletrônico de estabilidade (ESP - Electronic Stability Program), sistema eletrônico de controle de tração (TCS - Traction Control System), ambos com indicador no painel de instrumentos, seis air bags (frontais / laterais / cortina), freios ABS, ar-condicionado, rack de teto, rádio AM/FM/CD/MP3 e entrada auxiliar. Os vidros e retrovisores são elétricos, limpador, lavador do vidro traseiro, antena no teto, brake light faróis de neblina e rodas de alumínio 17”, com pneus P235/60R17. Ao acrescentar bancos dianteiros com aquecimento, redes organizadoras no porta-malas, volante e manopla do câmbio em couro, retrovisores externos com desembaçador, sombreiras iluminadas e bancos em couro o custo é de R$90.425.

IMG_0003 IMG_9773

A Honda também importa a opção EXL 4WD, com tração nas quatro rodas, seu preço sugerido é de R$ 102.910. Neste caso o veículo tem mais equipamentos, além dos itens incorporados na versão 2WD, os desenhos das rodas são diferentes, tem acendimento automático dos faróis, ar-condicionado Dual Zone, air bag lateral do tipo cortina, Sistema VSA (Sistema de estabilidade do veículo assistida) com tecla OFF, faróis de neblina, teto solar, comando do sistema de som no volante, entre outros.
E a Chevrolet oferece o Captiva Sport V6, equipado com propulsor Alloytec 3.6L 24 válvulas, 6 cilindros em V. Sua potência é de 261 cv e o torque de 32,95 kgfm, neste caso o preço sugerido é de R$ 100.574 ao acrescentar tração AWD, chega a R$ 106.193.
CR-V e Captiva, ambos importados do México são dois modelos robustos, equipados com várias soluções tecnológicas. Qual deles você compraria? Deixe sua opinião em comentários.
Colaboraram
Honda Automóveis, General Motors do Brasil, Concessionária Honda HPoint- Pinheiros, Concessionária Chevrolet Aba- Higienópolis e Mecânica Opcar.

Custos de manutenção

Honda CR-V
Amortecedores dianteiros: 1.015,42
Mão de obra: 302,40
Amortecedores traseiros: 1.219,74
Mão de obra: 302,40
Discos de freios dianteiros: 838,10
Mão de obra: 189,00
Discos de freios traseiros: 930,22
Mão de obra:    189,00
Jogo de pastilhas dianteiras: 314,65
Mão de obra: 189,00
Jogo de pastilhas traseiras: 280,80
Troca de óleo: 69,88
Mão de obra: 56,70
Filtro de óleo: 25,54
Mão de obra:    56,70
Filtro de ar: 81,04
Mão de obra:    36,80
Filtro de combustível: 123,63
Mão de obra:    37,80
Filtro anti-pólen: 144,48
Mão de obra: 18,90
Velas: 233,00
Mão de obra:    56,70
Chevrolet Captiva Sport Ecotec
Amortecedores dianteiros: 809,00 - par
Mão de obra: 200,00
Amortecedores traseiros: 546,00 - par
Mão de obra: 200,00
Discos de freios dianteiros: 796,00 - par
Mão de obra: 120,00
Jogo de pastilhas dianteiras: 396,00
Mão de obra: 60,00
Discos de freios traseiros: 449,00
Mão de obra: 80,00
Jogo de pastilhas traseiras: 375,00
Mão de obra: 60,00
Troca de óleo: 142,00
Mão de obra: -
Filtro de óleo: 38,00
Mão de obra:  -
Filtro de ar: 47,00
Mão de obra:  -
Filtro de combustível: não usa
Mão de obra: -
Filtro anti-polén: 48,00
Mão de obra: - 
Velas: 220,00 - jogo
Mão de obra:  -

Postar um comentário