terça-feira, 15 de abril de 2008

Mercado: Trimestre histórico

Produção e vendas de autoveículos novos, importados, usados e seminovos superam expectativas e quebrarem recordes

No mês de março, de acordo com dados divulgados pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), a produção de autoveículos somou 280.641 unidades, o que representa aumento de11% em relação a fevereiro, e de 13,4% ao comparar com o mesmo mês de 2007.
Neste primeiro trimestre de 2008, as fabricantes de veículos produziram 783.000 unidades, total 19,3% maior do que o alcançado no mesmo período do ano passado. Estes resultados são recordes na história da indústria automotiva brasileira.

Já no segmento de duas rodas, segundo a Ablaciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares), nos três primeiros meses deste ano foram produzidas 540.202 novas motocicletas, 100 mil unidades a mais que as 436.595 fabricadas nos três primeiros meses de 2007.

Os números referentes à produção do mês de março deste ano somam 184.790 unidades, contra as 157.549 motocicletas produzidas no mesmo mês do período passado, e representa um crescimento de 17,3%. Comparado a fevereiro, quando foram produzidas 168.177 unidades, março deste ano apresentou um acréscimo de 9,9%, ao atingir a produção de 184.790 unidades.

Vendas de veículos usados superam os novos
Números divulgados pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) mostraram que, as vendas totais de veículos novos, que englobam os segmentos de automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motos, implementos rodoviários cresceram 25,72%. Este resultado é obtido ao comparar o primeiro trimestre de 2008 com o mesmo período do ano passado, já que as vendas saltaram de 878.080 unidades para 1.103.915 unidades.

O desempenho dos emplacamentos de autoveículos em março, comparado a fevereiro, também registrou crescimento, já que foram emplacadas 390.598 unidades, contra 346.211 unidades, e representa alta de 12,82%.
E para confirmar que o setor de produção e vendas de automóveis vive seu melhor momento da história no Brasil, basta verificar os números dos negócios realizados nos segmentos de usados, seminovos e importados.

De acordo com levantamento feito pela Fenabrave junto ao Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores), em março foram transferidos 720.949 autoveículos. O acumulado do ano soma 2.209.964 unidades. Este resultado é 5,80% maior que o alcançado nos três primeiros meses de 2007, quando foram transferidos 2.088.806 autoveículos.
Entre os importados comercializados no Brasil, o total do trimestre somou 5.345 unidades, o que representa crescimento de 200,11%, comparado a igual período do ano passado, quando foram comercializadas 1.781 unidades. Este resultado foidivulgado pela Abeiva (Associação Brasileira das Empresas Importadoras de Veículos), entidade composta pelas marcas BMW, Ferrari, Kia Motors, Maserati, Porsche, Ssangyong e as recém-chegadas Pagani e Effa Motors.

Jörg Henning Dornbusch, novo presidente da Abeiva, prevê que no final do período, serão comercializados 22.000 veículos, mas o bom momento pode fazer com que as projeções sejam alteradas para cima.
Postar um comentário