segunda-feira, 27 de junho de 2011

GP da Europa: A caneta não resolveu e Vettel venceu!

Aceleradas

179652Preocupados com uma definição rápida no campeonato deste ano, os dirigentes mudaram as regras. Isso não foi o suficiente para evitar mais uma vitória da Red Bull
Por: Edison Ragassi
Depois de um emocionante GP do Canadá, equipes e pilotos da maior categoria do automobilismo mundial reuniram-se em Valência na Espanha para disputar o GP da Europa. Antes do inicio dos treinos classificatórios, a decisão da FIA de que as equipes deveriam usar o mesmo ajuste eletrônico do motor nos ensaios de sábado e na prova de domingo.
179716

E as mudanças não pararam por ai. Na próxima etapa, o GP da Inglaterra que acontece dia 10/07, o escapamento aerodinâmico está proibido.  Este dispositivo foi desenvolvido pelo projetista da Red Bull Adrian Newey, e utiliza os gases para aumentar a pressão aerodinâmica sobre o carro.
Bem, mesmo assim, não teve pra ninguém, na hora da classificação, Sebastian Vettel foi o mais rápido e seu companheiro Mark Webber – totalmente apagado nesta temporada- foi o segundo. Na terceira posição aparecia o inglês Lewis Hamilton (McLaren) e a dupla da Ferrari, Fernando Alonso e Felipe Massa, na quarta e quinta posição. Interessante é que Alonso alfinetou Massa na entrevista coletiva do sábado, lembrando o companheiro que anda na frente dele faz tempo.
179782
Mas na largada aconteceu o momento de maior emoção da prova. Massa saiu muito bem e vinha para assumir a segunda posição, quando Webber fechou a porta. Aí o brasileiro precisou tirar o pé e ficou atrás do espanhol. Vettel? Bem, este fez uma largada à parte. Não foi ameaçado por ninguém e continuou na frente.
179739
As paradas para troca de pneus começaram cedo, na 12ª volta, e Hamilton foi o primeiro a substituir os compostos. A manobra valeu a quarta colocação, mas o brasileiro da Ferrari andava bem e tudo indicava que na sua parada recuperaria a posição, mas! A Ferrari errou.
Desta vez parece que o problema foi da porca que segura a roda. Ela estava espanada, assim, preciosos 6 segundos foram perdidos, o que tirou de Felipe um melhor posicionamento.
179705
Com tamanha diferença entre os carros, o show ficou por conta do dono da casa. Alonso passou Webber na pista e garantiu a segunda colocação, porém, sem ameaçar Vettel.
No final, marcaram pontos em Valência: 1º Sebastian Vettel, 2º Fernando Alonso, 3º Mark Weber, 4º Lewis Hamilton, 5º Felipe Massa, 6º, Jenson Button, 7º Nico Rosberg, 8º Jaime Alguersuari,  9º Adrian Sutil e 10º Nick Heidfeld.
Nesta prova um detalhe interessante, não aconteceram abandonos e os 24 pilotos cruzaram a linha de chegada.                
179735

Bem e o que esperar para a etapa da Inglaterra? Uma nova supremacia da Red Bull. Só um milagre, ou melhor, uma solução revolucionária, para fazer Ferrari ou McLaren aproximaram-se dos carros da bebida energética.
179287E já ficou confirmado que, uma simples assinatura em um papel descrevendo mudanças nos carros, irá brecar a caminhada de Sebastian Vettel rumo ao segundo titulo de sua carreira.
Rapidinhas
Modesto!
Em oito corridas, Vettel venceu seis, e chegou em segundo nas outras duas. Mesmo assim, não se considera favorito. "Não estou olhando para minha vantagem, é uma temporada longa. Com certeza tivemos um começo de campeonato fenomenal. Nós precisamos continuar nesse caminho, pensar em uma corrida por vez. Claro que não precisamos correr muito risco, mas a meta ainda é vencer provas", declarou o atual campeão depois de mais uma vitória. Ele tem 186 pontos, ou seja, 77 a mais do Jenson Button e Mark Webber, que estão respectivamente na segunda e terceira colocação.
Fim de carreira?
Rubens Barrichello da Willams é o piloto mais experiente em atividade. Chegou em 12º lugar, mas ficou feliz com o resultado. "Eu realmente fui até o limite hoje e eu estou feliz com o que eu consegui. A equipe tem trabalhado duro para trazer muitas melhorias para o carro, então eu sinto por nós não termos ido melhor", afirmou. Rubinho também declarou que seu FW33 não tem mais para onde evoluir, ele estará nesta segunda na sede do time, onde vai falar sobre o atual bólido e começar as negociações para renovar o contrato. Será que ele consegue?
Mais lamentações
Em várias oportunidades, Felipe Massa mostrou que crescia com a pressão. Depois do acidente que sofreu em 2009, o piloto brasileiro perdeu esta característica. Em Valência, Massa mostrou que está recuperando a qualidade. Ele sofre muitas criticas por andar atrás de Alonso. Largou muito bem, chegou a liderar, mas foi traído por um erro do time. "Foi uma pena o meu problema no segundo pit stop, quando eu perdi quatro ou cinco segundos, o que me custou a chance de lutar contra Hamilton pelo quarto lugar. Eu acho que, pelo que tenho visto em termos de desempenho, hoje devemos ter ambos os carros à frente da McLaren e nós conseguimos apenas metade disso", lastimou o piloto da Ferrari.

Postar um comentário