domingo, 14 de abril de 2013

Aceleradas: GP China – Alonso dá show e vence. E viva o desgaste dos pneus

220706Fernando Alonso venceu o GP da China e mostra que a Ferrari está na briga pelo titulo desta temporada e a Red Bull não é mais a equipe a ser derrubada

Por: Edison Ragassi

A ida de Lewis Hamilton para a Mercedes-GP fez muito bem ao time. O inglês abusado levou o carro da equipe a pular para o pelotão da frente, tanto que fez a pole no GP da China, disputado em Xangai. Ele foi seguido por Kimi Raikkonen (Lotus-Renault), Fernando Alonso, Nico Rosberg (Mercedes), Felipe Massa (Ferrari), Romain Grosjean (Lotus-Renault), Daniel Ricciardo (Toro Rosso-Ferrari), Jenson Button (McLaren-Mercedes), Sebastian Vettel (Red Bull-Renault) e Nico Hulkenberg (Sauber-Ferrari).

220775O atual campeão Sebastian Vettel apostou em uma estratégia diferente, resolveu economizar os pneus médios para a corrida. E seu companheiro Mark Webber teve problemas com uma válvula de combustível e optou por largar do boxe.

Como treino é treino e corrida é corrida, dada a largada, Alonso e Massa partiram pra cima dos adversários de maneira agressiva, ao final da primeira volta o espanhol estava em segundo e o brasileiro em terceiro.

220772E Alonso fez muito mais, logo na quinta volta assumiu a ponta. As equipes que optaram por largar com os compostos macios tiveram que trocar rápido, entre as voltas 7 e 9 começaram as substituições. E o espanhol aproveitou-se disso, pois foi passando na pista, sem esperar os adversários pararem. A maioria dos times, inclusive a Ferrari, optou por fazer três trocas.

220754Já Massa não conseguiu repetir o bom desempenho das duas primeiras corridas deste ano, os pneus formavam o chamado ‘macarrão’ e comprometeu sua prova, o brasileiro terminou na sexta colocação.

A estratégia de Vettel não deu certo, o alemão chegou a liderar a corrida, mas foi ultrapassado por Alonso e precisou colocar os pneus macios na última volta. Ele até pressionou Hamilton, mas não conseguiu chegar ao pódio.

220669A corrida foi muito movimentada, repleta de ultrapassagens, pilotos como Button e Nico Hulkenberg (Sauber), chegaram a liderar, mas tudo isso aconteceu por causa do desgaste dos pneus que obrigava os competidores a fazer várias paradas.

Os times ainda não entenderam bem qual o tamanho deste desgaste para buscar o equilíbrio correto.

220713Mas não tenha tantas esperanças de que a coisa será muito diferente durante a temporada. Isso porque no ano que vem muda tudo, o regulamento será outro, tem a volta dos motores turbo, por isso, as escuderias estão preocupadas com o desenvolvimento do novo carro e não na evolução dos atuais. Com isso, Vettel é favorito a levar o quarto titulo e Alonso é quem pode impedir esta conquista. A Ferrari está bem para as corridas e trabalha para melhorar nas classificações o que não deve ser difícil de acertar.

Ainda continuo com a opinião de teremos vários vencedores durante o ano, nas três primeiras provas foram três pilotos diferentes que chegaram ao alto do pódio.

Marcaram pontos no GP da China

1- Fernando Alonso

2- Kimi Räikkönen

3- Lewis Hamilton

4- Sebastian Vettel

5- Jenson Button

6- Felipe Massa

7- Daniel Ricciardo

8- Paul di Resta

9- Romain Grosjean

10- Nico Hulkenberg

220740

Agora Vettel tem 52 pontos na liderança da competição, Kimi Raikkonen está em segundo com 49 e Fernando Alonso aparece na terceira posição somando 43 pontos. Lewis Hamilton (40 pontos) é o quarto e Massa (30 pontos) está em quinto.

A próxima etapa do mundial de F-1 será no domingo, dia 21/04 o GP do Bahrein no circuito de Sakhir.

Rapidinhas

Cornetadas

A fanática imprensa italiana teceu elogios rasgados ao piloto Fernando Alonso pela vitória e criticou Massa por ter chegado em sexto. “Na verdade, tive um bom começo de prova e larguei bem. Tive um problema com os pneus dianteiros, que formavam o "macarrãozinho" e não dava para limpar direito e foi aumentando, até pela forma como estava dirigindo", declarou o brasileiro em entrevista à TV Globo. E o jornalista do La Repubblica, Marco Mensurati escreveu em seu blog sobre o brasileiro: "Com um carro como esse e sem problemas nos boxes, não há desculpas. Um bom piloto não pode chegar em sexto por motivo algum no mundo. Demos os parabéns pela forma como ele se reencontrou e como administrou sua crise, mas chegou o momento no qual deve ser constante".

Falta experiência

Estreando na McLaren, o piloto Sergio Perez mostra que ainda falta muito para se destacar em uma equipe grande. No GP da China, ele quase tirou da pista o finlandês Kimi Räikkönen. “Fiz a curva três melhor e pensei que ele me deixaria espaço suficiente, mas ele me jogou para fora da pista. Tentei desviar, mas fui para a grama e para a zebra. A zebra me salvou, pois consegui aderência. Não consegui diminuir a velocidade e bati na traseira dele”, falou o piloto da Lótus. O acidente custou parte do bico do carro e comprometeu o desempenho.

Punição

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) puniu Mark Webber (RBR), ele perde três posições no grid do GP do Bahrein. O piloto australiano foi considerado culpado num incidente com Jean-Éric Vergne (STR). Webber acertou a lateral do carro de Vergne quando disputava a sexta posição na prova da China.

Postar um comentário