terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Lançamentos: Amarok é a picape média da VW

AberturaVolkswagen lança picape cabine dupla e passa a disputar mercado com pesos pesados do segmento como S10, Ranger, Hilux, L200, Frontier, entre outras
Texto: Edison Ragassi
Fotos: ER/ Divulgação
Dia 5 de fevereiro, em Bariloche na Argentina, a Volkswagen mostrou para a imprensa especializada brasileira sua picape média batizada de Amarok. Esta é a primeira vez que a fabricante alemã investe neste tipo de produto, pois até então sua experiência em veículos Agua_AB20100129003comerciais leves estava concentrada em furgões, como a Kombi, líder no segmento, que é fabricada no país.
Para entender o conceito da picape, vale explicar o significado do nome. A palavra Amarok na língua dos esquimós da raça Inuit, originários do Norte do Canadá e Groenlândia significa lobo. Assim, a denominação foi escolhida para representar robustez e agilidade, já que para os inuits, o lobo é o rei da vida selvagem.
O modelo chega as revendas da marca em abril, neste Motor_AB20100130017inicio de trabalho, a versão que será comercializada no Brasil é a topo de linha: Highline Cabine Dupla.
Ela é equipada com motor TDI (turbodiesel) 2.0L 16V de última geração. Produzido na Alemanha, o propulsor oferece 163 cv de potência, com um torque de 40,7 kgfm a 1.750 rpm e injeção do tipo commonrail, com dois turbocompressores sequenciais. A suspensão dianteira é independente, com eixo rígido e molas elípticas na traseira, a tração é 4x2, mas oferece opção 4x4 e reduzida, as quais são acionadas eletronicamente por botão no console central. Também há freios ABS com EBD especiais para uso no 4X4, ESP Parede_AB20100202219(sistema eletrônico de controle de estabilidade), que corrige automaticamente derrapagens, EDL (bloqueio eletrônico do diferencial traseiro), o qual não permite que as rodas girem em falso quando um dos eixos  não tem aderência total, HDA (assistente eletrônico de descidas), este equipamento trabalha em conjunto com o ABS para controlar a aderência das quatro rodas em descidas íngremes em velocidades de até 30 km/h e por fim o HHA (assistente eletrônico de saída em inclinações acentuadas), que impede a Amarok de recuar durante três segundos, mesmo sem o pé estar no freio.
A picape média VW é um veículo global, o qual inicialmente será comercializado na América do Sul e depois para outros mercados como Rússia, África do Sul, México, no total são 50 países a receber o modelo fabricado na Argentina. Câmbio_AB20100130008
Entre os fornecedores de peças e componentes estão Sogefi-FRAM da Argentina com os filtros de ar e  combustível e a ZF/ Sachs de Sorocaba que entra com o câmbio manual de seis marchas e alavanca bipartida.
Segundo Carlos Leite, gerente de vendas e marketing Amarok, a rede de concessionárias já está preparada para comercializar e realizar as manutenções no veículo. “Os profissionais da rede passaram por treinamento na Alemanha, isso para que pudessem entender o motor Painel_AB20100130007diesel, também já temos estoques de peças para reposição”, declara ele.
A VW tem um produto com tecnologia avançada e vai mexer com o competitivo segmento de picapes médias. Eles já testam um motor flex, e prometeram para o primeiro semestre de 2011, a versão com cabine simples.
A fabricante não divulgou o preço sugerido para venda. Mas pelas informações obtidas durante o evento --as 3x4_traseiradeclarações foram de que “chegará com preço competitivo”--, pode-se projetar que o valor cobrado pela Amarok será próximo ao da Toyota Hilux SRV que é oferecida por R$ 119.630.
Mas isto é só impressão, em abril descobriremos se estou certo, ou errado!

Postar um comentário